Como o Terramoto no Japão influência a Tecnologia Global?

Red Magic 3S

Além das consequências humanitárias que este sismo causou na ilha nipónica, além das mortes, quais as consequências para a Tecnologia Global?

O número de prejuízos são incalculáveis… Os estragos, cidades que desapareceram, milhares de pessoas que morreram, pessoas que, certamente, nunca serão encontradas. Esses são prejuízos que não são possíveis de calcular. Mas e quanto à Tecnologia? Qual será as consequências que sofreram as principais empresas relacionadas com tecnologia que têm várias fábricas, e até as próprias sedes, no Japão?

Como toda a gente sabe, os japoneses é que estão, quase sempre, na vanguarda da tecnologia e no desenvolvimento tecnológico, e muitas das principais empresas deste ramo são sediadas no Japão, e têm as suas principais fábricas naquele pais. Alias, muitas das fábricas encerraram. Vamos tentar ver empresa a empresa.

A Sony, uma das principais empresas mundiais, detentoras da Playstation, as consolas mais vendidas no mundo, já encerrou 8 fábricas para avaliar os estragos, e também se as infraestruturas têm a segurança para continuar a trabalhar. Estas fábricas são produtores de cds e leitores de Blu-ray, chips, cartões de memória, baterias.

A Fujitsu encerrou uma fábrica, para avaliar as consequências nas infraestrutura da fábrica.A Panasonic tem três fábricas em avaliação, Sharp e Epson ainda não têm informação certa sobre os estragos. A Canon, Sony Ericsson não tem qualquer problema.

A Samsung Electronics teve encerrado durante poucas horas, para averiguação do problema, mas visto que pouco tinha influenciado, já estão a funcionar. A Nokia não tem fábricas no Japão, mas está em contacto com fornecedores, para saber se o sismo pode influenciar a empresa.

A Toyota encerrou 3 fábricas, a Honda encerrou duas, a Nissan fechou 4 fábricas, a Fuji Heavy Industries Ltd., empresa que constroi os Subaru, fechou 5 fábricas.

Bem, estas são as informações avançadas pelas empresas, até agora, e tendo em conta só isto, já temos uma noção da grandiosidade do problema.No total, 12 fábricas de material tecnológico estão encerrados, e do ramo automóvel, estão 14 fábricas. Certamente que isto influenciará muita coisa.

O que poderá ser influenciado?

Para começar, os preços. Certamente que este problema aumentará os preços, e os principais analistas, e até directores das empresas, já avisaram que isto irá acontecer. O tempo de recuperação irá ser de alguns dias, e se, por exemplo, chegar a duas semanas, algumas coisas poderão mesmo começar a faltar no resto do mundo. É verdade que o Japão já não tem a exclusividade de todo o material feito, no entanto, a maior parte das fábricas ainda se encontram no território nipónico.

Os preços serão o que iremos ver mais rapidamente. Com a escassez do material, os preços aumentarão, e depois, os prejuízos das empresas, reflectiram no preço, para ajudar na recuperação das mesmas. Num momento de crise mundial como este, estas situações não favorecem nada, bem pelo contrário.

O que podemos esperar a curto prazo? Aumento dos preços

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here