Comboios holandeses já são movidos exclusivamente a energia eólica

A integração da mobilidade elétrica na vida moderna das cidades está a correr a bom ritmo. Os países do norte da Europa têm sido os mais fortes implementadores desta modalidade ao registarem uma grande implementação de sistemas de conversão de energia de fontes renováveis e de incentivos à aquisição de veículos elétricos. A Holanda revelou que o seu sistema de comboios é já totalmente alimentado a energia eólica.

Esta meta esteve inicialmente prevista para ser cumprida em 2018, tendo conseguido a Holanda atingi-la com um ano de antecipação o que trará à Holanda uma redução drástica na fatura das emissões de gases de carbono.

Os comboios são considerados dos principais emissores de gases poluentes. Graças à alimentação com 1200 milhões de kW de energia elétrica gerada por fontes eólicas são transportados anualmente pela NS, a maior empresa ferroviária holandesa, 619 milhões de passageiros. A este valor equivale o consumo de eletricidade de todos os lares de Amesterdão.

Segundo a Eneco, a empresa comercializadora de energia holandesa, a eletricidade provém de parques eólicos da mais recente geração instalados nos Países Baixos, Bélgica e Finlândia.

A Alemanha definiu já igual meta para 2050.

Veja também...

Deixe o seu comentário