Código-fonte do Windows XP supostamente vazou no 4chan

Surgiram relatórios que o código-fonte do Windows XP vazou para o 4chan, com o código vazado sendo postado em um torrent e no serviço de compartilhamento de arquivos Mega.

Também surgiram relatórios de que pesquisadores independentes começaram a analisar os dados, com indicações iniciais de que o vazamento é legítimo. No entanto, não houve uma confirmação oficial da Microsoft se o vazamento contém ou não um código válido.

O vazamento de 42,9 GB também supostamente tem um código recém-vazado para o Windows XP, Windows Server 2003 e Windows 2000 misturado com outros códigos-fonte de vazamentos anteriores. Resta saber se o vazamento inclui todo o código-fonte do Windows XP ou apenas um subconjunto.

Os arquivos torrentados também estão supostamente poluídos com materiais relacionados às amplamente desmascaradas teorias de conspiração de Bill Gates, mas não está claro se elas foram anexadas por uploaders depois que o vazamento inicial foi compartilhado com vários torrents.

O tópico no 4chan já foi arquivado (esteve aberto por apenas quatro horas).

Windows XP

O Windows XP, e o plano de fundo Iconic Bliss que é considerado a imagem mais vista da história, já passou do seu 19º aniversário e atingiu o seu fim de vida em 2014, o que significa que a Microsoft não oferece mais suporte ao sistema operacional.

Como tal, as atualizações críticas de segurança e compatibilidade com o hardware da era moderna não foram adicionadas. Independentemente disso, prevê-se que um por cento dos computadores ainda tenham o sistema operacional antigo instalado.

Como tal, o vazamento não apresenta nenhum perigo imediato para a maioria dos usuários do XP: é improvável que os hackers invistam tempo para criar novos exploits visando o sistema operacional antigo – simplesmente não há usuários suficientes para torná-lo um alvo financeiramente atraente.

No entanto, dado que o Windows evoluiu como uma série contínua de atualizações nas últimas duas décadas, é possível que os pesquisadores possam encontrar pistas para vários mecanismos que fornecem um vetor de ataque em variantes mais modernas do Windows 10.

Além disso, muito parecido com o que vemos no COBOL , que estreou em 1960 e se recusa a morrer, provavelmente ainda existem muitas organizações governamentais ao redor do mundo usando o sistema operacional.

Os codificadores também podem usar o código-fonte para adicionar suporte para hardware mais recente e possivelmente criar distribuições personalizadas. Naturalmente, os pesquisadores também teriam muito interesse.

Fonte

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here