Clones maliciosos do “Flappy Bird” infetam dispositivos Android

Flappy BirdO mais recente hit no mundo das aplicações, o “Flappy Bird”, pode ter sido exterminado pelo próprio criador, mas isso não impediu hackers com más intenções de criar clones maliciosos do jogo.

Várias fontes têm vindo a lançar, desde o início desta semana, diferentes versões fraudulentas da aplicação. O objetivo é levar os utilizadores a instalar as novas apps nos seus dispositivos móveis, abrindo a porta aos hackers.

O software garante acesso a informação pessoal e, em alguns casos, consegue mesmo roubar dinheiro aos utilizadores, já que as versões fraudulentas fazem com o telemóvel contaminado envie mensagens secretas para números que cobram tarifas altas. Estas apps procuram dados pessoais do utilizador – como número do telefone, operadora e endereço de e-mail – e enviam-nos aos hackers que controlam o jogo.

Estas imitações do “Flappy Bird” são geralmente compatíveis com Android e podem mesmo ser encontradas na loja online da Google. Um dos sinais de perigo surge quando o malware pede permissão ao utilizador durante a instalação para ler e receber mensagens, algo que não era requisitado na versão original.

Os principais alvos do malware têm sido utilizadores de países como a Rússia e o Vietname, nação de onde é natural o criador do “Flappy Bird” original.

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here