Charge 3 é a nova pulseira da Fitbit

Em maio de 2017, a Apple comprou a startup finlandesa Beddit, que analisa dados relacionados ao sono. No momento, parecia que a empresa da maça iria liderar neste segmento, mas ao que tudo indica, é a Fitbit que está ganhando espaço, pois a companhia anunciou recentemente que lançará ainda neste ano a versão beta do “Sleep Score”, um serviço que usará os sensores de diversos dispositivos da empresa para monitorar o sono dos usuários e promover informações clínicas precisas sobre a qualidade registrada enquanto as pessoas dormem.

 

O anúncio feito no site de investidores e imprensa da empresa, revela que o serviço entrega uma experiência via desktop, podendo ser conectada a qualquer dispositivo que possua um monitor de batimentos cardíacos. Além disso, aparelhos mais novos da Fitbit que trazem sensores de respiração, também trarão relatórios completos, como dados de interrupções nas tomadas de ar, indicando que o usuário pode ter problemas de saúde como asma, alergias ou apneias.

Shelten Yuen, vice-presidente de pesquisas na Fitbit, disse no release: “a Fitbit continua a aplicar seus dados para dar aos consumidores insights valiosos sobre sua saúde e bem-estar. Por exemplo, nós descobrimos que uma a cada quatro pessoas dorme bem mais tempo aos finais de semana do que nos dias comuns, o que indica que elas estão tentando compensar o sono reduzido durante a semana de trabalho. Nós podemos oferecer dados e insights a estes usuários por meio do app Fitbit, deixando-os a par de como isso afeta seu bem-estar, sugerindo novos hábitos de sono. Futuramente, esperamos poder levar mais informação aos usuários na redução de riscos de doenças, transformando-os nas versões mais saudáveis de si mesmos”.

A companhia também anunciou a Charge 3, sua nova pulseira que promete ser a mais avançada já lançada até hoje. A Fitbit revelou que a bateria do gadget pode durar até 7 dias com uma única carga. Além disso, existe um display capacitivo que pode ser usado para selecionar mais de 15 modos de treino com diversos objetivos. De acordo com a fabricante, a Charge 3 possui “a mais avançada tecnologia sensorial e de algoritmos presente em um tracker”.

James Park, cofundador e CEO da Fitbit, disse: “com o Charge 3, nós estamos capitalizando no sucesso de nossa mais vendida linha de produtos e entregando o tracker mais inovador, com um design confortável, mais fino, além das funções de saúde e fitness que nossos usuários desejam. Nosso compromisso com a escolha do consumidor e habilidade de atender à demanda de milhões de usuários pela oferta de uma série de produtos, de trackers a smartwatches, nos permitirá expandir a nossa presença no mercado de tecnologias vestíveis.”

Atualmente, a nova Fitbit Charge 3 custa US$ 149,95 na versão standard e US$ 169,95 no modelo com Fitbit Pay.

Fonte: Fitbit

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here