Casal chinês suspeito de vender a filha para comprar um iPhone

iPhoneUm iPhone, um par de ténis e mais alguns produtos. Foi este o resultado das compras online feitas por uma jovem mãe chinesa com o dinheiro que ganhou depois de ter vendido a própria filha. Sim, leu bem.

Pelo menos, é esta a história relatada pela acusação contra um jovem casal chinês, de Shanghai, que é suspeito de tráfico humano. Alegadamente, os pais terão colocado a própria filha – a terceira criança do casal – à venda num site, de acordo com o Business Insider.

Após descobrirem a “transação”, as autoridades conseguiram localizar a mãe da bebé, mas o nome da suspeita não foi divulgado. Quando a polícia a encontrou, a mulher já tinha utilizado o dinheiro para fazer as compras.

O casal assegura que não vendeu a criança, mas sim que a doou para que a menina pudesse ter melhores condições de vida. Contudo, no site onde o acordo foi anunciado, o casal pedia entre 4,900 e 8,200 pela criança.

Ir ao extremo para ter um smartphone na China não é novidade. Recorde-se o caso da adolescente que, em 2012, vendeu um dos seus rins para comprar um iPhone e um iPad.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here