Carros autónomos circulam antes dos Jogos Olímpicos de Tóquio

O Japão pretende colocar carros autónomos a circular antes dos Jogos Olímpicos de Tóquio. A notícia está na Bloomberg. As autoridades governamentais estão a trabalhar com fabricantes como a Toyota e a Nissan no sentido de ter carros autónomos nas ruas uma semana antes dos Jogos Olímpicos de Tóquio para transportar atletas, público e staff entre diferentes pontos.

Apesar de ainda não haver dados oficiais confirmados, estima-se que até 100 veículos sejam disponibilizados durante os Jogos para levar os passageiros. Os testes devem começar a ser feitos ainda esta semana e o Japão pretende continuar a encomendar e testar este tipo de veículos até 2022. O objetivo dos responsáveis daquele país asiático é ter os carros autónomos à venda no mercado até 2025.

Para os atletas, as viagens na Aldeia Olímpica vão ser feitas a bordo do E-Palette, que tem capacidade para 20 pessoas. O público em geral poderá usar os Acessible People Mover e o Concept-i foi designado para transportar a Tocha Olímpica.

Estima-se que os veículos transportarão, durante a segunda semana de julho, mais de 7 mil pessoas. As Olimpíadas começam no dia 24 do mesmo mês. Com a iniciativa, o governo pretende promover a tecnologia na cidade, ajudar as empresas do país a lidar com a diminuição da população ativa e a garantir que há transportes a funcionar mesmo em zonas com menos pessoas.

Desde que chegou ao poder em 2012, Shinzo Abe tem tentado resolver os problemas do envelhecimento populacional no Japão (e a consequente diminuição da população ativa), ao promover a entrada de mais mulheres no mercado de trabalho, diminuir a diferença salarial entre homens e mulheres, abrir as portas a mais talento do estrangeiro, e estimular o desenvolvimento da inteligência artificial.

Em 2018, estimativas do Ministério da Saúde, Trabalho e Bem-Estar do Japão mostram que as pessoas com mais de 75 anos compõem mais da metade da população idosa do país (que, por sua vez, é 14% da população total), mostrando a necessidade em desenvolver mecanismos para assegurar cuidados e transporte da população. Dados do primeiro trimestre de 2018 mostram que a economia do país contraiu pela primeira vez desde 2016, acabando o maior período de crescimento económico do país desde a década de 1980.

O Japão não é o único país a investir na tecnologia de carros autónomos. Desde abril que, na Califórnia, Estados Unidos, já não é preciso um humano ao volante dos carros autónomos. Na Europa, a Alemanha, que é um país com uma forte indústria automóvel, elaborou recentemente um conjunto de regras éticas e definiu que os carros autónomos devem sempre poupar o máximo número de vidas possível em caso de acidente. Os carros autónomos também estão a chegar à Península Ibérica, com os governos de Portugal e Espanha a juntar esforços para criar corredores de teste de veículos autónomos e conectados (um entre Porto e Vigo, e outro entre Évora e Mérida).

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here