Caos na British Airways foi causado por alguém que desligou um interruptor

A queda dos sistemas informáticos da British Airways atirou a operação da companhia aérea britânica para o caos. Os congestionamentos nos aeroportos londrinos de Heathrow e de Gatwick fizeram com que muitos passageiros vissem os seus nervos perto do colapso. Os custos rondam os 100 milhões de libras e foram causados por um simples interruptor que desligou a corrente de um computador central.

Ao todo foram mais de 75 mil pessoas as afetadas por esta rutura nos sistemas informáticos. A investigação concluiu agora que todo este constrangimento, com custos milionários, ficou a dever-se a um funcionário que deliberadamente desligou uma fonte de alimentação da qual dependiam os sistemas da British Airways.

A British Airways terá de aprofundar porque é que o empregado realizou este corte deliberado, sendo que segundo o jornal The Times os motivos poderão estar relacionados com os despedimentos em curso na companhia aérea. Junto das autoridades a British Airways terá ainda de responder como é que tem sistemas tão vulneráveis a erros e à intervenção humana,, sobretudo no que diz respeito à alimentação elétrica.

Fonte:The Times

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here