Britânicos acusam russos de terrorismo nas redes sociais

19 de Novembro de 2017
6 Partilhas 14 Visualizações
Passatempo Galaxy A7

O Centro Nacional de Cibersegurança (NCSC), órgão do governo britânico, confirmou que as redes sociais foram perturbadas pela propaganda a favor do Brexit proveniente de 150 mil contas de Facebook com base na Rússia. Na última segunda-feira, a primeira-ministra Theresa May acusou os russos de tentar “a erosão do sistema internacional” por meio das intervenções, que também foram diagnosticadas na guerra da Ucrânia, nas eleições americanas de 2016 e, em menor escala, em conflitos europeus, como o da França.

As conclusões da NSCS britânica foram divulgadas pelo diretor da agência, Ciaram Martin, em evento realizado pelo jornal The Times. Pela primeira vez uma autoridade do governo britânico acusou em público, e baseado numa investigação, que as redes sociais teriam sido manipuladas antes e logo após o voto.

Um total de 156 mil contas em sites e aplicações como Twitter foram criadas, grande parte delas automatizadas, para divulgar a hashtag #brexit. Uma maioria das contas veiculava propaganda ou informações falsas favoráveis à ruptura entre Londres e Bruxelas.

Artigos interessantes

Linha Enjoy da Huawei já vendeu mais de 45 milhões de unidades
Huawei
28 Visualizações
Huawei
28 Visualizações

Linha Enjoy da Huawei já vendeu mais de 45 milhões de unidades

Wagner Pedro - 19 de Outubro de 2018

Recentemente, a Huawei anunciou dois novos smartphones da linha Enjoy na China: o Enjoy Max e Enjoy 9 Plus. Durante…

Guerra económica. A indústria robótica da China sofre um pesado abrandamento.
Tecnologia
20 Visualizações
Tecnologia
20 Visualizações

Guerra económica. A indústria robótica da China sofre um pesado abrandamento.

José Candeias - 19 de Outubro de 2018

As vendas de robots industriais na China, o maior mercado do mundo para esta indústria, vão voltar a crescer em…

Essential demite cerca de 30% dos seus funcionários
Diversos
30 Visualizações
Diversos
30 Visualizações

Essential demite cerca de 30% dos seus funcionários

Wagner Pedro - 19 de Outubro de 2018

Há três anos, nascia a Essential Products, uma startup fundada pelo co-criador do Android Andy Rubin. Infelizmente, a empresa não obteve…

Comente

O seu email não será publico

Partilhe nas Redes Sociais

Se gosta do artigo, partilhe com os seus amigos