Brave, o navegador que paga em criptomoedas para ver anúncios

O mercado de navegadores é dominado atualmente pelo Google Chrome e o Mozilla Firefox, mas um browser chamado Brave chegou com uma novidade que pode chamar a atenção de alguns: o programa oferece criptomoedas para quem visualizar anúncios na plataforma.

Chamado de Brave Ads, o sistema oferece a possibilidade de visualizar anúncios durante a navegação e ganhar 70% da receita das publicidades em criptomoedas BAT, Basic Attention Tokens, moeda virtual da empresa que é baseada em Ethereum.

Ao aceitar o formato de exibição, o usuário pode optar pela quantidade de anúncios que quer visualizar. A Brave Software promete que os anúncios não são invasivos e serão enviados por meio de notificações, que abrem numa nova janela quando são clicadas pelo usuário.

Segundo a empresa, as moedas virtuais ganhas no novo programa poderão ser utilizadas para dar suporte a criadores de conteúdo na internet, por meio de plataformas como o Twitch. Futuramente, a desenvolvedora também vai lançar outras parcerias para promover o uso das criptomoedas, como em hotéis e restaurantes.

Além de pagar os usuários com o seu token, a Brave promete que seu navegador vai entregar uma experiência mais segura, já que bloqueia rastreamentos online. É importante ressaltar, porém, que os anúncios monetizadas do browser não substituem os anúncios de páginas convencionais, o que pode deixar a navegação menos limpa.

Com a iniciativa, os criadores do navegador também pretendem oferecer um novo método de monetização para quem lida com publicidade na Internet, afinal, mesmo com 70% do lucro do anúncio indo para o usuário, a plataforma ainda fica com 30%, o que é melhor do que nada, principalmente em tempos onde bloqueadores de Ads são cada vez mais comuns.

Brave Ads tem como objetivo melhorar a economia e a conversão da indústria de publicidade online, para que editores e anunciantes possam prosperar sem os intermediários que cobram enormes taxas e que contribuem para a vigilância em toda a web. Privacidade por design e nenhum rastreamento são essenciais para nossa missão de consertar a Web e seu modelo de financiamento”

– Brendan Eich, CEO e cofundador da Brave Software

O Brave possui versões para desktop e mobile que podem ser transferidas diretamente no site do navegador. O sistema de anúncios que paga o usuário, ainda está a ser implementado e pode ser utilizado nos Estados Unidos, Canadá, França, Alemanha e Reino Unido. Futuramente, a função chegará a outros países do mundo.

Fonte: Coindesk

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here