Análise BQ Aquaris U Plus: A nova gama da BQ

bq-aquaris-u-plus-1

Com uma presença já bem conhecida no mercado Português, a espanhola BQ tem vindo a lançar smartphones no mercado de boa qualidade e que reúnem consensos dentro dos seus utilizadores.

Índice:
Especificações
Vídeo BQ Aquaris U Plus
Design e Ecrã
Desempenho
Câmara
Veredito: BQ Aquaris U Plus

Para reforçar a sua presença, a BQ lança agora o novo BQ Aquaris U Plus: um smartphone com corpo metálico e especificações interessantes para um modelo de média gama.

Leia a nossa análise e fique a conhecer em detalhe o novo BQ Aquaris U Plus.

ESPECIFICAÇÕES

  • bq-aquaris-u-plus-6Dimensões: 143.2 x 72.2 x 8.7 mm
  • Peso: 139 g
  • Sistema Operativo: Android v6.0.1 Marshmallow
  • Ecrã: IPS LCD capacitivo, 16M de cores, 5.0″, 720 x 1280 pixels (~294 ppi )
  • Câmara traseira: 16 MP, f/2.0; Video: 1080p
  • Câmara frontal: 5 MP, f/2.0, 22mm, Video 1080p;
  • Processador: Qualcomm MSM8937 Snapdragon 430 (Octacore 1.4 GHz, Cortex A-53)
  • GPU: Adreno 505
  • Memória RAM: 3 GB;
  • Armazenamento interno: 32 GB;
  • Ligações: USB 2.0; jack 3,5 mm jack; slot de cartões microSD (máx. 256 GB);
  • Sensores: impressões digitais; acelerómetro, giroscópio, proximidade, bússula;
  • Conetividade: Wi-Fi 802.11 b/g/n;
  • Bluetooth: v4.2, A2DP, LE;
  • Bateria: iões de lítio com 3050 mAh de capacidade;

A unidade testada possuía 3Gb de Ram e 32 Gb de memória interna. Existe ainda uma versão mais económica com 2 Gb de RAM e 16 GB de memória interna.

bq-aquaris-u-plus-9No que diz respeito a acessórios, a BQ não nos fornece nenhum, para além do telefone. Junto à unidade testada foi enviada uma capa de silicone, que poderá ser comprada à parte do telefone no site da BQ.

A capa, de silicone bastante rígido é muito agradável ao toque e adapta-se perfeitamente ao telefone. O facto de ser rígida, permite um melhor ajuste ao telefone, evitando que ganhe folgas após utilização prolongada.

Vídeo BQ Aquaris U Plus

DESIGN E ECRÃ

bq-aquaris-u-plus-3A principal característica de destaque neste telefone que a BQ nos apresenta é o facto de o seu corpo ser em metal. Este encontra-se muito bem construído , sendo uma característica a notar o facto de possuir a traseira arredondada, o que permite uma excelente ergonomia  na sua utilização. O metal utilizado foi polido e tem um acabamento “escovado”, o que confere um excelente aspecto a este telefone.

De um modo geral, o design está muito bem conseguido, apesar de possuir pouco de inovador. Na parte frontal não existem botões físicos, e para além do ecrã, apenas podemos contar com os botões capacitivos, a câmara frontal e o sensor de proximidade. Nas laterais, temos os botões de volume e de power, ambos do lado direito, mas muito bem posicionados, quer para utilização diária, quer para fixação em suportes.

bq-aquaris-u-plus-2Na traseira temos o sensor de impressões digitais, numa posição aproximadamente central, sendo que acima temos a câmara traseira e ao seu lado, o flash LED. As lentes da câmara estão bastante salientes, talvez perto de 1-2 mm, o que levará a que, tendo o telefone em cima da mesa, as lentes estarão em contacto directo com a superfície. Com a utilização da capa de silicone, esta característica dissipa-se.

Em relação ao ecrã, podemos contar um um tamanho de 5″, com resolução de apenas 720X1208 pixeis, com uma densidade média de pixeis por polegada de 294 PPI. Em termos de resolução, o ecrã fica um pouco aquém das expectativas. No entanto, o seu contraste é muito bom, sendo que as imagens reproduzidas são nítidas mesmo em condições de luz directa no ecrã.

DESEMPENHO

Antes de falar do desempenho deste novo BQ Aquaris U Plus há que relembrar que as especificações apontam para um telefone de gama média, pelo que à partida, não podemos contar que o desempenho seja comparável a um topo de gama.

bq-aquaris-u-plus-10Dito isto, podemos afirmar que este novo BQ tem um desempenho muito aceitável. Para uma utilização diária normal, tal como utilização de redes sociais, chamadas, mensagens ou mesmo utilização de GPS para condução ou desporto, o BQ Aquaris U Plus safa-se lindamente. Um ponto que me impressionou bastante, tendo em conta que sou um utilizador muito frequente, foi o sensor de GPS. Este obteve, em corrida, resultados muito semelhantes no registo da rota que o meu relógio TomTom Runner 2, captando o sinal de GPS de forma muito célere e registando as rotas sem erros. Desempenho semelhante obteve em condução, onde nunca perdeu o sinal, sempre foi rápido a conectar e a precisão das indicações tendo em conta a localização sempre foram corretas.

Se quisermos correr jogos mais pesados, aí sim já começamos a sentir as limitações deste novo BQ.

Este BQ vem equipado com um processador Qualcomm MSM8937 Snapdragon 430, com 8 núcleos, sendo que o clock de todos é de 1.4 GHz. A auxiliar este processador, temos a unidade gráfica Adreno 505, 3 GB de RAM e 32 GB de memória interna (poderão ser 2GB RAM/16 GB de memória interna conforme modelo).

bq-aquaris-u-plus-8Em conjunto, permitiram obter uma pontuação de 42649 no AnTuTu V6.2.1, ficando atrás do seu rival Chinês, o Meizu M3, que obteve mais 1000 pontos. No Geekbench, obteve 613 pontos em modo single core e 1848 pontos em modo multi core, o que denota as limitações de processamento deste BQ. No entanto, dentro da gama que ocupa, tem um lugar de destaque, com um excelente desempenho, sem falhas, onde apenas se notou algum aquecimento quando de facto puxávamos mais por ele.

Um ponto muito positivo do desempenho deste telefone é o desempenho do GPS. Em corrida os resultados registados são muito bons, comparáveis mesmo com o meu relógio GPS. Em condução, também a utilização do GPS é muito boa, não havendo problemas de conectividade e a precisão das indicações dadas é muito boa.

CÂMARA

No caso do novo BQ Aquaris U Plus, para poder falar da câmara, terei também de abordar a aplicação nativa da câmara.

bq-aquaris-u-plus-2

A câmara traseira é constituída por um sensor de 16 MPx, 5 lentes, e uma abertura focal fixa de f/2.0. O sensor apresenta uma qualidade muito boa para a gama onde este telefone se insere. As imagens que capta são muito nítidas e as cores são bastante vivas e realistas. Para isto ajuda bastante a aplicação nativa da câmara. Para além de possuir um modo manual muito completo, o seu modo automático é muito bom.  De realçar o facto de que podemos aceder directamente no ecrã a exposição, o que facilita em muito a captação de imagens, mesmo em condições de iluminação mais pobre. Este ajuste é feito a partir de uma barra que aparece no ecrã, por cima da imagem a captar.

A câmara frontal possui um sensor de 5 MPx e uma abertura focal de f/2.4. A menor abertura da lente é notável quando tiramos selfies  em ambientes de pouca luz, sem no entanto comprometer a qualidade desta câmara.

VEREDITO: BQ Aquaris U Plus

A BQ apresentou-nos com este smartphone uma solução bastante interessante, sendo que a relação qualidade-preço é muito interessante.

bq-aquaris-u-plus-5O desempenho do telefone é bastante fluído em operações corriqueiras, sendo que já notamos algum lag quando puxamos mais por ele. O design está muito bem conseguido, sendo o destaque o acabamento em metal escovado. A parte traseira curva garante uma excelente ergonomia na utilização.

O binómio aplicação-câmara é muito bom e permite a obtenção de imagens muito boas, onde é muito fácil ajustar a exposição, o que permite de certa forma compensar o tamanho reduzido do sensor e a limitação de abertura focal fixa (que o é em qualquer smartphone).

Pontos fortes:

  • Design e ergonomia;
  • Desempenho do GPS;
  • Binómio aplicação/Câmara

Pontos fracos:

  • Lentes da câmara demasiado salientes.

Agradecemos desde já à BQ por nos ter facultado este telefone para teste. Este telefone pode ser adquirido no site da BQ por 249,9 euros (versão testada). Abaixo fica a nossa galeria de imagens.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here