BQ Aquaris M10 é o primeiro tablet com Ubuntu que pode ser um PC

O BQ Aquaris M10 2

Desde que a Ubuntu anunciou a intenção de apostar nos dispositivos móveis, que indicou que a ideia seria permitir a ligação do dispositivo a um monitor e ter u Ubuntu normal. O BQ Aquaris M10 consegue.

O Ubuntu Edge foi o primeiro passo da Canonical, empresa responsável pelo Ubuntu, no segmento dos dispositivos móveis, mas apesar de muito promissor não conseguiu captar o investimento suficiente para que o projeto visse a luz do dia. Já neste equipamento, a Canonical prometia a possibilidade de ligar a um monitor e usufruir o sistema Ubuntu total, tal e qual como se tivesse num computador.

Não conseguiu o dinheiro suficiente e acabou por desistir do projeto e procurar apoiantes. A espanhola BQ foi das primeiras a apresentar-se ao lado da Canonical e já no ano passado tinha lançado o primeiro smartphone com Ubuntu, o BQ Aquaris E4.5. As críticas não foram muito positivas e, no próximo MWC 2016 que se realizará no final de fevereiro e que estaremos presentes, a Canonical e a BQ vão apresentar o primeiro tablet com Ubuntu, o BQ Aquaris M10.

O BQ Aquaris M10

Este tablet tem um ecrã de 10,1 polegadas com resolução 1920z1200p, processador MediaTek MT8163A ARM Cortex-A53 quad-core, 2GB de RAM, 16GB de armazenamento expansível por microSD, câmara de 8MP, micro HDMI, bateria de 7280 mAh e o Ubuntu instalado.

Mas o destaque é mesmo o Ubuntu. É que este tablet será o primeiro dispositivo a permitir a ligação a um monitor e transformar um tablet num Ubuntu para Desktop, sendo que permitirá ligar um teclado e um rato.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here