Boring Company irá construir uma garagem futurista em forma de túnel

Boring Company, que em português significa, empresa aborrecida, pertence ao multimilionário Elon Musk. Oficialmente lançada em finais de 2016, a companhia de construção de túneis recebeu aprovação inicial do conselho municipal de Hawthorne, do estado da Califórnia.

O mais recente projeto da empresa norte-americana, Boring, obrigou a uma recentemente compra de uma parcela de terreno perto da sede da SpaceX, na 120th St, perto da Prairie Avenue. Agora, o pequeno espaço com aspeto residencial no complexo industrial da fabricante de veículos espaciais, conseguirá albergar um protótipo tão particular como o de uma garagem futurista em túnel.

Projeto desenvolvido pela Boring Company

O município de Hawthorne permitiu que à empresa construir uma espécie de poço (em termos de profundidade) na propriedade. Através de pantins elétricos, o automóvel é conduzido (quando estacionado) até um espaço subterrâneo, quando pretende sair, o carro é elevado até à superfície da sua garagem.

Embora seja necessários planos mais detalhados acerca do projeto, informações sugerem que a empresa testa, neste momento, maneiras alternativas de aceder ao túnel. E porquê? Por uma questão de segurança, poderá deduzir-se. Assim como mineiros podem ficar retidos em galerias após um terramoto, também o mesmo pode acontecer a um proprietário destes espaços.

Em agosto, a empresa propôs a construção de um túnel unidirecional de 3,6 milhas percorrendo de uma estação de metro de Los Angeles com destino a Dodger Stadium. O túnel serviria como um protótipo, disponibilizando apenas o transporte de 1.400 a 2.800 pessoas de ida para o estádio que abriga cerca de 56.000 pessoas.

The Boring Company, apesar de ver a medida como bastante positiva, tem procurado elaborar regulamentação que não permita a construção desordenada dos diversos túneis. Segundo a empresa, a procura de avenidas ou ruas de pouco movimento foi sempre uma prioridade para este projeto, especialmente.

Pouco provável será ver automóveis a entrar ou a sair da garagem em direção a um túnel principal. Segundo revela a empresa de Elon Musk, o objetivo é criar um sistema de aluguer, em que seja possível rentabilizar a propriedade.

Além disso, o protótipo não será aberto ao público nem irá afetar de forma alguma o fluxo do tráfego rodoviário e pedonal. Ainda assim, o sucesso que aqui alcançasse, seria um grande salto para a companhia, mostrando o seu potencial enquanto construtora.

Fonte Ars Technica

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here