“Bliss”, o famoso papel de parede do Windows XP é real

Bliss

Quem não conhece o papel de parede mais famoso do mundo “Bliss”?

Na passada semana, dia 8 de Abril, a Microsoft deixou de disponibilizar assistência técnica aos utilizadores do Windows XP. Durante 12 anos, o Windows XP tornou-se famoso pela sua facilidade e pelas suas ferramentas.

Um dos grandes ícones característicos do Windows XP, é o papel de parede “Bliss”. A imagem é muito simples, e mostra uma lindíssima paisagem verde com um céu azul cheio de nuvens. Foi visualizada por mais de mil milhões de pessoas e muitos ainda pensam que se trata de uma fotomontagem feita em Photoshop.

Pois bem, Charles O’Rear, fotógrafo responsável pela imagem, garante que a fotografia foi tirada na vida real em Janeiro de 1996, altura em que o fotógrafo trabalhava para a National Geographic. O Inverno foi a altura escolhida para tirar a fotografia pois deixa a relva mais verde e o céu mais claro e azulado.

Num vídeo publicado pela Microsoft, O’Rear conta como registou este momento histórico.

O fotógrafo revela que a fotografia foi tirada a 24 de Junho de 1996 em Napa Valley, no norte de São Francisco, na Califórnia (EUA). Para capturar o momento, foi utilizada uma câmara analógica Mamiya RZ67 com filme colorido da Fujifilm, apoiada num tripé no meio da estrada.

Por muito estranho que pareça, a imagem não sofreu qualquer tipo de manipulação digital, e O’Rear conta que, numa determinada altura do ano, na região de Napa Valley, a relva fica muito verde após um período de chuvas intensas, o que permite tirar fotografias fantásticas.

“Todas as sextas à tarde eu visitava a minha namorada perto de São Francisco. Certo dia, enquanto conduzia por uma estrada no campo, deparo-me com a paisagem. Meu Deus, a relva estava perfeita e o sol a brilhar. Não havia nuvens no céu até eu estacionar o carro e ajustar a câmara – foi aí que elas apareceram”, afirma Charles O’Rear.

Confira o vídeo:

httpv://www.youtube.com/watch?v=AVXY8OEZAEQ

Fique ainda com uma imagem de Napa Valley em Novembro de 2006:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here