Bitmain anuncia mineradora de nova geração

Red Magic 3S

Apesar da mineração de criptomoedas ter deixado de ser tão lucrativa como era em anos anteriores devido há dificuldade que apresenta hoje em dia, e exigência de equipamentos mais poderosos, ainda existe uma indústria que investe e opera na mineração. Por exemplo, Bitmain, uma das maiores fabricantes de hardware de mineração, continua a investir em novidades para os seus equipamentos.

A Bitmain lançou o seu mais recente equipamento de mi1consegue trabalhar até 40TH/s em velocidade máxima.

O Antminer T17 processo os algoritmos SHA-256 (SHA-256 é uma função criptográfica utilizada como base do sistema de trabalho do bitcoin) que permite aos usuários a mineração de moedas com este protocolo (Bitcoin cash e Bitcoin). Este novo modelo vem com algumas novidades como o design que é completamente novo, feito de modo a evitar a entrada de pó dentro do equipamento, e com uma tecnologia de tubos de dissipação de ar duplos, reduzindo a resistência ao vento.

 “O espaço entre a entrada e ar e a saída foi reduzido em 50%, melhorando a dissipação de calor, o que aumenta a operação de longo prazo e diminui valores de manutenção para os usuários”.

De acordo com as especificações do Antminer 17, a máquina custa no seu preço original USD $1.270 por unidade e a empresa estabeleceu um limite e 10 unidades por comprador. Além da velocidade de 40 TH/s, a mineradora tem consumo de 2200W. A  Antminer conta com três placas que utilizam aproximada 90 chips de 7nm BM1397 com a tecnologia FinFET da TSMC. A mineradora pode ser comprada através do site.

Os modelos T17 seguem algumas tecnologias dos modelos recentes dos competidores. A Canaan recentemente anunciou a nova série Avalon, com a Avalonminer 1041 e 1041F. O equipamento da Avalon opera entre 31-33TH/s com chips de 16nm.

Fonte: Bitmain

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here