Bitcoin continua a desvalorizar e atinge o valor mais baixo de 2018

O valor do Bitcoin desceu para o nível mais baixo desde Novembro. O interesse dos investidores parece estar a diminuir após uma série de notícias negativas de assaltos a carteiras e de regulações a serem apertadas a nível global.

O ano de 2018 não trouxe até agora coisas boas para o mundo das criptocurrências. As principais moedas têm de forma sistemática perdido valor após a valorização exponencial da segunda metade de 2017.

Qual é o actual valor?

Segundo o câmbio de referência Bitstamp, o Bitcoin desceu na sexta-feira para o valor de $5.891. Este é o valor mais baixo desde Novembro de 2017. Até agora, 2018 viu o valor do Bitcoin descer quase 60%. Recorde-se que em 2017 o valor desta moeda subiu mais do que 1.300%.

Outras moedas também se encontram a desvalorizar

A Ethereum, a segundo maior criptocurrência por valor, desceu 4% para o valor de $416 dólares, o valor mais baixo desde Abril. A XRP também desceu 4% para $0.44, o que corresponde ao valor mais baixo de 2018, segundo o Coinmarketcap.com

Will Gobbs, responsável pelo investimento estratégico no Barclays Smart Investor, refere que a instabilidade dos mercados das criptomoedas torna os investimentos de alto risco. “Nenhuma das cryptocurrências cumpre de momento nenhum dos critérios que nós procuramos num activo com potencial de investimento e continuamos a recomendar extrema caução. A estrada nas criptocurrências ainda não está terminada,” referiu Gobbs à Reuters.

Também o Banco de Inglaterra lançou um comunicado na quinta-feira a avisar os bancos e as seguradoras que deveriam ter bastante cuidado com activos cripto devido à sua alta volatilidade.

Quanto é que o mercado das criptomoedas perdeu ao todo?

O pico de valorização deste mercado ocorreu em Janeiro, quando o mesmo se encontrava valorizado em cerca de $800 biliões de dólares. Neste momento, o valor encontra-se apenas nos $230 biliões, o que representa uma perda extremamente considerável de valor. O futuro das criptomoedas já pareceu mais risonho.

Fonte: Reuters

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here