Bateria carrega veículos elétricos em 10 minutos

A StoreDot, especializada em tecnologia de bateria de carregamento rápido para veículos elétricos, lançou recentemente um protótipo capaz de fazer carregamentos em apenas 10 minutos.

Em parceria com a EVE Energy na China e a Warwick University no Reino Unido, a StoreDot criou uma célula de bateria cilíndrica, com cerca de 46×80 mm,  que atualmente já conta com cinco patentes. A tecnologia da bateria está em desenvolvimento há três anos. A bateria 4680 consegue carregar carros elétricos mas a tecnologia da StoreDot poderá ser utilizada para outros fins. Para o seu desenvolvimento a empresa utiliza nanomateriais bem como compostos orgânicos e inorgânicos.

A Tesla poderá ser uma das empresas mais interessadas em utilizar este tipo de tecnologia. Entretanto, o CEO da StoreDot, Dr. Doron Myersdorf revelou que a empresa está a tentar chegar a acordo com vários fabricantes automóveis de renome, no sentido de lhes fornecer baterias 4680, ajudando-os na transição para os carros elétricos, e contribuindo para a redução das emissões tóxicas para o ambiente. Por agora, espera-se que estas baterias comecem a ser comercializadas em 2024.

blank

Nestes últimos tempos, a empresa tem conseguidos fazer face a alguns problemas de segurança, bem como aumentar o ciclo de vida das baterias através da introdução de nanopartículas de metal.

Por agora ainda não foram especificadas características em concreto desta nova bateria, sabe-se apenas que tem uma capacidade de carregamento bastante rápida. Com esta nova tecnologia, é expectável que os carros elétricos ganhem mais autonomia.

Numa altura em que o tempo de carregamento é um dos principais entraves apresentados pela maioria das pessoas interessadas em carros elétricos, visto que obriga a um maior planeamento do dia-a-dia, a nova tecnologia da StoreDot  pode vir a convencer os mais cépticos e a resolver este problema.

No final do mês passado, a StoreDot registou uma patente de tecnologia que permite à bateria analisar a capacidade de carga em tempo real.

Fonte: Forbes

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here