Indiano vende neto bebé pelo Facebook

A história vem da Índia, mas ainda assim custa a acreditar. A polícia de Punjab, no norte do país, deteve um homem de 47 anos que vendeu o próprio neto recém-nascido através do Facebook. O comprador era um empresário indiano que reside em Nova Deli.

O nome do homem, que reside na cidade de Ludhiana, é Feroz Khan. Ele terá, alegadamente, raptado o neto pouco depois da criança nascer com o intuito de o vender.

Durante o negócio, o suspeito contou com a ajuda de dois funcionários temporários do hospital onde a filha tinha dado à luz. Os cúmplices contactaram o empresário através do Facebook e combinaram o preço da criança: 45 mil rupias. Ou seja, pouco mais de 800 dólares. O novo “pai” até recebeu fotografias da sua aquisição através da rede social.

Um porta-voz da polícia local disse à AFP que “as três pessoas que conspiraram para vender a criança foram presas e o empresário que pagou pelo bebé será interrogado”. Na altura da detenção, os suspeitos já tinham o dinheiro na sua posse.

Após descobrir o rapto e a intenção de venda, a polícia resgatou a criança, que se encontrava doente e teve de receber tratamento médico, e devolveu-a à mãe, Noori Khan. A mulher já tinha apresentado queixa contra o pai. Por tentarem vender a criança, os três suspeitos incorrem numa pena de cadeia de sete anos.

1 COMENTÁRIO

  1. 7 sete anos é pouco eles todos mercia a morte e quem queria comprar tambem mercia a morte adotasem uma criança e nao compre bebes porque nao ha dinheiro ke pague a dor de uma mae perder seu filho……..

Responder a ana Cancelar resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here