Automóveis da Mazda podem receber Android Auto

Mazda 3

Um grupo de estudiosos decidiu ‘hackar’ o sistema de infoentretenimento dos automóveis Mazda para instalar o novo ecossistema da Google, o Android Auto. Apesar do procedimento invalidar a garantia dada pelo fabricante desta forma podemos aceder às funcionalidades do Android Auto nos sistemas Mazda CMU.

Apesar de funcionar, o Android Auto instalado através de um ‘hack’ apresenta vários ‘bugs’, ‘crashes’ e outros problemas estranhos como por exemplo o sistema CMU permanentemente apresentar a data 1 de janeiro de 1970, ficando o relógio fixo na meia noite o que tem claras implicações no esquema de cores do ecrã que fica sempre em modo noturno.

Através do vídeo verificamos que as funções básicas do Android Auto estão totalmente operacionais, apesar de serem apresentadas de forma pouco fluida. Mas se está desesperado por utilizar o novo sistema da Google para automóveis esta é uma das hipóteses com alguma validade.

A instalação deve ser feita por alguém experiente em enviar aplicações personalizadas via USB para o sistema CMu da Mazda. Depois há que ler mais alguns procedimentos, já que este hack para sistemas de infoentretenimento da Mazda não é ‘plug and play’.

O sistema CMU da Mazda é o principal requisito para esta instalação do Android Auto. Este opcional, equipa modelos Mazda 3 produzidos apenas a partir de 2016, apesar do sistema CMU existir desde 2014 na marca.

Apesar deste ‘hack’ nada indica que a Mazda esteja atualmente a trabalhar na implementação do Android Auto nestes automóveis. O fabricante japonês é membro da aliança de fabricantes de automóveis Open Automotive Alliance e parceiro para a plataforma Android Auto, mas este método baseia-se na engenharia inversa e invalida qualquer tipo de garantia do fabricante.

Fonte: Mazda 3 Revolution

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here