Audi e a Huawei juntam-se na China para desenvolver condução autónoma

13 de Outubro de 2018
3 Partilhas 192 Visualizações

Foi no início do ano de 2018 que a Huawei demonstrou como o Huawei Mate 10 Pro, para demonstrar como o seu processador Kirin com inteligência artificial, consegue conduzir um automóvel. Na altura, a Huawei indicou que a demonstração era apenas para mostrar como o novo processador era de grande qualidade, no entanto esta parceria parece querer demonstrar que a fabricante chinesa também quer estar nesta área de negócio.

A Audi e a Huawei acabam de anunciar e especificar um acordo que já há algum tempo tinham iniciado, uma parceria para o desenvolvimento de carros autónomos no mercado chinês. Apesar de não haver, ainda, muitos detalhes, no Huawei Connect 2018 foi mostrar um protótipo de Audi Q7 para esse desenvolvimento.

Foi em Shanghai, na China, que decorreu o HUAWEI CONNECT 2018 e onde a fabricante chinesa divulgou uma parceria com a fabricante de automóveis Audi, para o desenvolvimento de Level 4 de condução autónoma, o que segundo o The Verge significa que os automóveis conduzem totalmente sozinhos em áreas especificas.

Esta parceria de desenvolvimento de tecnologia tem como objetivo melhorar a condução autónoma do mercado, com a Audi em várias frentes neste mercado, sendo que a parceria com a Huawei trará grandes benefícios para ambas as empresas no futuro, segundo William Xu, Director of the Board e Chief Strategy Marketing Officer da Huawei.

Um protótipo do Audi Q7 foi demonstrado durante  evento, com o Mobile Data Center da Huawei integrado e que permitirá iniciar os testes nesta área, sendo que alguém do poder de processamento, também está integrado vários sensores e câmaras com a condução autónoma.

Segundo o The Verge, que refere que a regra para que as fabricantes de automóveis entrassem no mercado chinês obrigassem a Joint Ventures com empresas locais, agora isso já não acontece, mas o acesso aos Mapas ainda é muito limitado, já que a China vê o acesso de empresas estrangeiras aos mapas do país como um risco de segurança nacional.

Por esse motivo, os fabricantes de automóveis têm feito várias parcerias com empresas chinesas que têm esse tipo de acesso, sendo que esta parceria entre a Huawei e a Audi também pode ser vista nestes termos, já que para se poder evoluir a condução autónoma, o mapeamento é fundamental para esta tecnologia.

Desta forma, a Audi também já anunciou que irá criar um centro de condução autónoma na China durante 2019, o que permitirá fazer os vários testes com este protótipo e, certamente, com outros automóveis.

Fonte: Huawei, The Verge

Artigos interessantes

Imagem real do Galaxy S10 Plus confirma câmaras frontais no ecrã
Destaques
45 Visualizações
Destaques
45 Visualizações

Imagem real do Galaxy S10 Plus confirma câmaras frontais no ecrã

Bruno Peralta - 17 de Janeiro de 2019

Falta pouco mais de um mês para a grande apresentação da Samsung, que decorrerá no dia 20 de fevereiro para…

Twitter libera versão cronológica da timeline
Redes Sociais
23 Visualizações
Redes Sociais
23 Visualizações

Twitter libera versão cronológica da timeline

João Pedro Souza - 17 de Janeiro de 2019

Uma nova atualização do Twitter para Android traz a possibilidade de visualizar o feed na ordem cronológica. Opção que já…

Xiaomi demonstra o melhor sensor de impressões digitais no ecrã até ao momento
Destaques
3 Partilhas46 Visualizações
Destaques
3 Partilhas46 Visualizações

Xiaomi demonstra o melhor sensor de impressões digitais no ecrã até ao momento

Bruno Peralta - 16 de Janeiro de 2019

Os fabricantes de smartphones estão retirando lentamente os tradicionais leitores de impressão digital em favor dos sensores no ecrã, mas…

Comente

O seu email não será publico