Atualize já: Chrome é afetado por uma nova falha de segurança grave

Se ainda não o fez, está na hora de atualizar o seu Chrome o mais rapidamente possível, uma vez que foi recentemente detetada uma vulnerabilidade que permite o acesso a dados sensíveis por parte de atacantes.

De acordo com as informações divulgadas sobre o problema, esta vulnerabilidade de segurança foi causada por uma “type confusion exploit” e pode fazer com que dados como passwords cheguem às mãos de terceiros mal intencionados. Perante uma situação destas, quanto mais tempo levar a efetuar a atualização do seu browser, maiores serão as probabilidades de vir a ser afetado por esta grande falha, pelo que, é importante agir assim que tiver conhecimento deste problema.

Sendo o mais popular e utilizado de todos os browsers, o Chrome tende a representar um alvo muito apetecível para quem procura explorar vulnerabilidades de segurança. E ainda que falhas de segurança estejam constantemente a ser avaliadas e corrigidas, fazendo deste um browser bastante seguro, na generalidade, a realidade é que não é totalmente imune a este tipo de vulnerabilidade, e quando tal ocorre, a segurança de mais de 2 biliões de utilizadores fica ameaçada, sendo necessário agir rapidamente para evitar danos irreversíveis.

A falha (CVE-2022-3723) é um “type confusion exploit” no motor Javascript Chrome V8 descoberto e reportado ao Google por analistas da Avast.

Felizmente a correção para esta nova falha de segurança já existe e tem estado a ser distribuída através da versão 107.0.5304.87/88. Para usufruir da mesma tudo o que terá de fazer será atualizar o seu browser. É um passo extremamente rápido e simples que ajudará a manter os seus dados totalmente seguros.

É importante referir que vulnerabilidades desta natureza são perfeitamente normais em todos os browsers e não fazem do Chrome inseguro. Este ano apenas foram detetadas 7 vulnerabilidades de segurança, tendo todas elas sido rapidamente corrigidas. Esta é uma redução brutal face a 2021, ano em que 58 falhas foram detetadas. Ou seja, este é um browser que a cada ano que passa torna-se mais seguro.

Fonte: Bleepingcomputer

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui