As ideias que vão definir a tecnologia em 2020

2020 vai ser um ano em que as empresas irão enfrentar desafios e se começa a reorganizar os valores e prioridades.

Uma mudança que se espera para este novo ano são passos a ser dados no sentido tendo em conta o ambiente. Durante os últimos dois anos existiram factores que combinados vieram desafiar o que as grandes empresas realmente fazem. A mudança no clima o movimento MeToo, o aumento da preocupação com a desigualdade nos salários e uma melhor compreensão que diversidade e inclusão não são apenas termos a ser usados em responsabilidade empresarial são aspectos que serviram para se reorganizar e criar novos valores das grandes organizações.

Em agosto do ano passado, a industria Business Roundtable cujos membros englobam CEOs de grandes empresas nos Estados Unidos da América declararam que iriam embarcar numa nova missão. Essa missão colocaria empregados e clientes antes dos sócios e também se comprometeram a abraçar a diversidade e inclusão.

2019 também foi marcado por um aumento de actividade por parte de empregados de grandes empresas que estão preocupados com as implicações éticas das tecnologias criadas e ao mesmo tempo da falta de ação por parte de grandes empresas, como por exemplo a Amazon, em ter uma posição significativa em assuntos importantes (como a mudança do clima).

Entretanto o movimento B-Corp (empresas que procura lucro mas estão certificadas a favor do ambiente e impacto social) continuam a crescer e a demonstrar que ter objectivos de um ambiente limpo e questões sociais tidas em conta pode ajudar a criar crescimento, aumento de motivação e interesso dos empregados e tornar as empresas mais atractivas para os investidores.

Este ano poderemos este movimento a crescer ainda mais tendo em conta que os investidores também sentem pressão em ter em conta tais assuntos referidos anteriormente. Segundo a UN, 2020 marca o que se pode chamar de década de entrega pelos seus objectivos de sustentabilidade, o que significa que iremos ver mais presente a inclusão e diversificação, não só porque é o acertado mas porque isso será a chave para fazer o mercado crescer e trazer mais lucro.

Com o lucro a ser considerado o novo crescimento da empresa, o CEO da Uber afirma que a empresa espera um aumento no lucro. Também é esperado que haja um crescimento no mercado dos carros eléctricos.

Fonte: Wired

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here