Apple vai perder muito dinheiro na Coreia do Sul nos próximos tempos

A Apple ainda hoje divulgou que bateu mais um record de receitas, ao referir que aumentou drasticamente o pagamento feito aos programadores que criam e disponibilizam aplicações através da App Store, sendo que atingiu os 260 mil milhões de dólares desde a criação da loja de aplicações, em 2008. Olhando para os dados, significa que 60 mil milhões de dólares foram pagos aos programadores durante o ano passado.

Mas se é verdade que a Apple tem feito algumas alterações nas percentagens de comissões que cobra na usa loja de aplicações, também é verdade que os programadores não estão satisfeitos, nem os reguladores, já que a Apple enfrenta diversos processos em vários países no mundo inteiro, sendo um dos mais conhecidos o da Epic Games, que revelou muita informação interessante e que acabou por causar uma grande perda à Apple: a obrigação de permitir que as aplicações utilizem sistemas de pagamentos terceiros, em vez da obrigação do sistema da Apple.

No entanto, a Apple recorreu nesse processo, o que fez com que, esta obrigação também tenha sido suspensa, mas a empresa tem que se preocupar. É que alguns reguladores e países criaram leis para obrigar a Apple a permitir sistemas de pagamentos de terceiros e um deles é a Coreia do Sul, que já tem a lei em vigor e, em breve, a Apple terá de cumprir com as leis nacionais.

blank

Apple vai perder muito dinheiro na Coreia do Sul nos próximos tempos

A Apple em breve permitirá que os programadores usem sistemas de pagamento alternativos para os seus aplicativos na Coreia do Sul para cumprir a nova lei do país. De acordo com o The Korea Herald, a gigante da tecnologia entregou os seus planos sobre como a sua loja de aplicações apoiaria pagamentos de terceiros aos reguladores daquele país.

Segundo o jornal, nos planos não estão incluídos detalhes sobre quando as alterações entrarão em vigor e quanto cobrará pela taxas de serviço. No entanto, a empresa afirma que o seu corte para transações alternativas de pagamento será menor que 30%.

A Coreia do Sul aprovou uma lei – apelidada de “lei anti-Google” – no ano passado que exige que as principais lojas de aplicações, como a Play Store, da Google, e a App Store, da Apple, permitam métodos de pagamento de terceiros. Isto é um duro golpe para estas duas gigantes em específico, já que além de gerirem as duas principais lojas de aplicações, obtêm receitas enormes “apenas” cobrando uma comissão pela utilização do sistema de pagamentos das empresas.

A nova lei coreana afirma que as empresas terão pesadas multas se  recusarem-se a cumprir e forçar os programadores a usar apenas os seus sistemas de pagamento. O Google apresentou os seus planos iniciais logo após a lei entrar em vigor em setembro, revelando que reduzirá a sua comissão em quatro por cento para transações que não usam o seu próprio sistema de pagamento. Quanto à Apple, provavelmente ouviremos mais informações nos próximos meses.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here