Apple TV, Amazon Prime, Facebook e Instagram limitam qualidade de transmissão

Red Magic 5G

As redes sociais Facebook e Instagram vão limitar temporariamente a qualidade de transmissão de vídeos, de modo evitar congestionamentos na Internet na Europa e garantir o seu bom funcionamento durante a pandemia de COVID-19.

“Para ajudar a limitar qualquer potencial congestionamento da rede, vamos reduzir temporariamente a taxa de “bits” [o fluxo de transferência de dados] para vídeos no Facebook e Instagram na Europa”, afirmou um porta-voz da Facebook, Inc., proprietária das duas redes sociais, num comunicado citado pela agência France-Presse.

A decisão é decisão semelhante às já tomadas por Netflix e Google. A plataforma de streaming Netflix anunciou na quinta-feira a decisão de reduzir as taxas de “bits” em todos os seus serviços na Europa por um período de 30 dias. Na sexta-feira, a Google afirmou que faria o mesmo para o seu serviço de vídeo, o Youtube.

Os gigantes tecnológicos norte-americanos cumprem assim o apelo feito pelo comissário europeu do Mercado Interno, Thierry Breton, na quarta-feira. “As plataformas de streaming, as operadoras de telecomunicações e os utilizadores têm uma responsabilidade conjunta em adotar medidas para garantir o bom funcionamento da Internet durante a batalha contra a propagação do novo coronavírus”, vincou Thierry Breton na nota divulgada nesse dia.

Embora a Apple TV+ não tenha o mesmo número de espectadores que o Netflix ou o YouTube, também transmite conteúdo em 4K com HDR, o que consome grandes quantidades de dados. Por isso, também a Apple reduziu a qualidade das suas transmissões, mas o resultado é o pior de todos os serviços de streaming.

O serviço Amazon Prime Video também reduziu os bitrates de todo seu catálogo na Europa. Ainda assim, a empresa diz estar a tentar manter um equilíbrio entre qualidade de vídeo e bitrate para garantir uma experiência razoável aos clientes.

Dados do Financial Times dizem que a Itália teve grande um aumento no uso da Internet por causa do surto de Coronavírus. O aumento do recurso a chamadas de vídeo, jogos online e serviços de streaming de vídeo resultou em num incremento de 75% no tráfego de rede. O Facebook também informou que o uso do WhatsApp e Messenger duplicou nos últimos dias.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here