Apple Store bane app que promete curar a homossexualidade em 60 dias

homossexualidade

Chama-se “Door of Hope” e trata-se de uma aplicação criada pelo grupo Setting Captives Free que promete curar a homossexualidade em 60 dias.

A app estava disponível na Apple Store e na Google Play, mas terá sido removida das duas plataformas nas últimas horas, depois de milhares de utilizadores terem mostrado a sua indignação.

A aplicação (que ainda pode ser encontrada aqui) baseia-se num curso de teor bíblico que pretende convencer os homossexuais de que a liberdade sexual é um “pecado” que tem solução. “Você pode libertar-se da escravidão da homossexualidade através do poder de Jesus Cristo e da cruz”, afirma a Setting Captives Free.

No site oficial pode ler-se a descrição da “Door of Hope”: “um curso interativo com 60 dias que vai ensiná-lo a usufruir de uma nova relação com Deus e a libertar-se da homossexualidade. É possível e você pode aprender como”.

No entanto, a comunidade gay e os seus milhões de apoiantes em todo o mundo não acharam piada e já se começaram a mobilizar contra o projeto, criando uma petição e conseguindo com que a app fosse banida das lojas da Google e da Apple.

Citado pelo site Globo.com, o grupo All Out diz mesmo que este “curso” pode causar “um mal terrível a lésbicas, gays, bissexuais e transsexuais, ou quem quer que seja forçado a mudar a pessoa que é ou a pessoa que ama”.

Resta agora perceber como é que esta aplicação chegou à Apple Store, já que a loja conta com políticas extremamente restritas. Entretanto, apesar de já não ser possível encontrar a “Door of Hope” nas suas listas, a app principal da Setting Captives Free, com o mesmo nome do grupo, continua à venda na Google Play.

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here