Apple pode vir a reduzir o valor do iPhone SE para satisfazer a procura e simultaneamente combater o Pixel 4a

Segundo um relato feito pelo site AppleInsider a Apple pode vir a cortar nas margens de lucro do seu iPhone mais económico, o iPhone SE para dar um incentivo às vendas e ainda a tentativa de mudança das suas fábricas para fora da China.

Com o novo iPhone SE a começar nos 499 euros a Apple parece estar muito confiante quando à solução que lançou para o mercado para combater os equipamentos de média gama Android, nicho de mercado onde o smartphone da marca encontra-se. Segundo os analistas financeiros a marca estará mesmo a diminuir a sua margem de lucro de comercialização do iPhone SE para que as vendas do equipamento consigam ser ainda maiores para que desse modo consiga conquistar clientes à plataforma Android, principalmente aos clientes do equipamento Pixel 4.

Segundo ainda os mesmos analistas, tudo indica que o iPhone SE tenha uma margem de custo de componentes na ordem dos 54%, bem superior à media das outras marcas que andam na ordem dos 30.4%.

Outro aspecto também interessante é o facto de que a Apple não parece querer continuar a ficar no meio desta guerra comercial entre os Estados Unidos da América e a China. Foi relatado que a marca estará a diversificar o fabrico por diversas localizações fora da China. De relembrar que os EUA voltaram a estender a banição por mais um ano da empresa Chinesa Huawei no país.

Esta decisão pode ainda aumentar mais a escalada de tensão já existente entre os dois países, e como sabemos, a grande maioria das fábricas da Apple encontram-se na China e a marca não pretende arriscar em nada a sua situação devido a este conflito. Um dos países adiantados que poderá estar na mira da marca é a Índia.

Segundo relatos, alguns executivos da Apple têm vindo a manter contacto com membros do governo Indiano para que a sua produção no valor de 40 mil milhões de dólares seja concretizada nos próximos cinco anos. A produção poderá ser feita em conjunto com os parceiros actuais Wistron e Foxconn.

Fonte: PhoneArena

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here