Apple permite que a Netflix, Spotify e outras apps enviem clientes para pagar fora da App Store

Nos últimos anos a Apple e a Google têm sido pressionadas a acabar com a sua influência no mundo dos pagamentos nas suas lojas de aplicações. A ideia passa por obrigar as duas empresas a permitir que as aplicações possam utilizar outros sistemas de pagamento em vez da própria Google e Apple, que cobram 30% para si.

Isto tudo começou com a Epic Games e o seu jogo Fortnite, que levou a um “combate” judicial entre a Epic Games e a Apple, que já tive uma primeira decisão em primeira instância, mas ainda está apenas a começar. No entanto, alguns reguladores já decidiram que a Apple e a Google têm de permitir essa possibilidade e por isso, a Apple já vai permitir.

Netflix, Spotify e outros serviços semelhantes agora poderão adicionar um link nos seus aplicativos iOS que levam os utilizadores aos seus próprios sites para pagamento e gestão de contas. A Apple agora permite que os programadores de aplicativos “readers” possam fazer isso.

A gigante da tecnologia define aplicativos “readers” como aplicativos que “fornecem conteúdo adquirido anteriormente ou assinaturas de conteúdo para revistas digitais, jornais, livros, áudio, música e vídeo”, como é o caso da Netflix e do Spotify. Ora, tendo em conta que para estas duas empresas, será fácil converter os seus clientes para pagar no seu próprio site, pode permitir-lhes poupar muito dinheiro, já que a Apple cobra 30% de comissões (apesar de nesta situação a percentagem deve ser bem inferior).

A Apple anunciou pela primeira vez que permitirá que certos serviços de mídia adicionem links na aplicação no ano passado como parte de um acordo com aos reguladores do Japão. A empresa concordou com a imposição, porque esses aplicativos “não oferecem produtos e serviços digitais no aplicativo para compra” de qualquer maneira.

Embora a mudança tenha sido resultado da investigação do regulador, a Apple aplicará a nova política a todos os aplicativos de leitura em todo o mundo. Dito isso, os programadores terão que solicitar acesso ao programa “External Link Account Entitlement” antes de poderem adicionar links na sua aplicação. Além disso, embora a mudança dê aos programadores uma maneira de evitar dar à Apple um corte de 15 a 30 por cento, a empresa ainda irá receber comissões por compras dentro do próprio aplicativo, se o serviço oferecer alguma.

O Google também lançou recentemente um programa piloto para testar sistemas de cobrança de terceiros no Android, permitindo que os utilizadores paguem por serviços por meio de seu próprio sistema de pagamento ou do programador. O Spotify, um dos aplicativos pilotos do recurso, mostrará aos assinantes Android e seu próprio sistema de cobrança lado a lado com o da Google, a partir do final deste ano.

O Google ainda receberá uma fatia mesmo que o utilizador escolha o próprio sistema de cobrança do Spotify, mas será menor do que a comissão de 15% que a gigante de tecnologia normalmente cobra por assinaturas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui