Apple: O que esperar da marca da maça para hoje?

12 de Setembro de 2018
2 Partilhas 108 Visualizações

Amanhã é um grande dia para os fãs da Apple, já que é neste evento que a Apple vai apresentar os seus novos smartphones, bem como outros produtos que estarão à venda bem a tempo da época natalícia, a época mais lucrativa das fabricantes de produtos eletrónicos.

Há vários rumores que têm surgido no últimos dias e, por esse motivo, decidimos colocar num único artigo todas as novidades que a Apple deverá apresentar amanhã.

Novos iPhone XS, iPhone XS Plus e iPhone XC

Esta é a principal certeza, já que a Apple costuma apresentar os novos smartphones no início de setembro, para que estejam todos disponíveis nos meses seguintes e bem a tempo do Natal. Deste modo, certamente que iremos conhecer os novos smarpthones da Apple.

Os rumores são cada vez mais certos, até já com imagens reais dos aparelhos, portanto não deverá haver grande surpresas nesta área.

A Apple irá apresentar três novos smartphone, o iPhone XS e o iPhone XS Plus, o sucessor dos modelos do ano passado, e um novo smartphone low-cost, o iPhone XC, no seguimento do iPhone 5C, o primeiro equipamento móvel da Apple lançado com um preço mais baixo.

Nesse sentido, o iPhone XS e o iPhone XS Plus serão os topos de gama, que deverão contar com os novos processadores Apple A12. O iPhone XS deverá ter um ecrã OLED de 5,8 polegadas, enquanto o iPhone XS Plus deverá ter um ecrã OLED de 6,5 polegadas, um grande aumento em relação ao iPhone 8 Plus do ano passado.

O design dos equipamento deverá manter-se inalterado, seguindo os vários “modelos S” que a Apple tem lançado.

A grande novidade é o iPhone XC, que poderá ter um ecrã LCD de 6,1 polegadas, que irá colocar-se no mercado com um preço inferior e, consequentemente com especificações também inferiores. Segundo as imagens, um acoisa é certa: terá apenas uma câmara, bem como o ecrã será LCD em vez do OLED, que estará presentes nos topos de gama.

O iPhone XC também terá bordas em alumínio, em vez de aço inoxidável como estará presentes nos topos de gama, mas também estará disponível em variadas cores, como azul, amarelo ou vermelho.

Novo Apple Watch

Já não há grandes dúvidas que amanhã a Apple também irá apresentar um novo smartwatch, o Apple Watch Series 4. Aliás, há umas semanas atrás o 9to5Mac até divulgou as primeiras imagens do relógio.

Além do melhoramento de processamento, a grande novidade será um aumento de ecrã, mas no mesmo tamanho do produto, o que significará um maior aproveitamento da área frontal do equipamento.

Com este ecrã maior, a Apple irá redesenhar as suas interfaces para que possam tirar partido do aumento do ecrã. Também é visível um novo buraco entre os botões físico, o que significa que o relógio ganha um novo microfone, o que permitirá obter melhor qualidade de chamada.

Finalmente chega o AirPower

Esta pode ser a grande novidade deste evento, já que o produto foi apresentado no ano passado, mas nunca saiu do papel. Ou, melhor dizendo, houve problemas de fabrico que acabou por adiar o lançamento do produto ao público.

Mas, segundo os rumores, os problemas de produção que afetaram o lançamento na altura certa deste produto estarão ultrapassados e o amanhã a Apple deverá anunciar quando é que o produto chegará ao mercado e qual será o seu preço.

Esta falha por parte da Apple, já que os equipamentos permitem carregamento sem fios, mas não havia tecnologia da Apple para isso, permitiu que muitas fabricantes de acessórios faturassem com os seus produtos, mas esperamos que a Apple até possa mostrar algumas novidades em relação a esta tecnologia.

Novos iPad Pro, com USB-C?

Este foi o rumor mais recente que, apesar de sr possível, deixa-nos de pé atrás. É verdade que a Apple poderá aproveitar o evento para lançar um novo iPad Pro, com mais novidades e mais funcionalidades para a Pensil. Mas tenho séries dúvidas que haja mais do que isso.

Segundo o analista Ming-Chi Kuo disse ao 9to5Mac, o próximo iPad Pro poderá ter uma ligação USB-C, em vez do lightning, proprietário da Apple. Não há quaisquer dúvidas que isso seria uma excelente notícias para os consumidores e para o mercado, é muito pouco provável que a Apple siga esse caminho. A não ser que seja obrigado como já se falou, mas até lá… duvido.

Também é verdade que os novos MacBook já contam com essa porta, mas a Apple fatura milhões de euros com o licenciamento do lightning, portanto isso não deverá acontecer para breve e muito menos no iPad.

O que o iPad Pro já deverá ter é o FaceID, o desbloqueio do produto através da leitura facial.

MacBook mais barato com TouchID

O mesmo analista indica que é possível que a Apple apresente um novo computador de 13 polegadas ara substituir o MacBook de 12 polegadas. Este novo MacBook deverá ser mais barato e deverá contar com o TouchID, apesar de não contar com a Touch Bar.

Mas e os preços? Vão ser mais caros?

Este é o principal ponto que é aguardado com muita expetativa por parte de todos. Isto porque o Presidente dos EUA anunciou uma taxa suplementar a todos os produtos importados da China, o que acontecer com praticamente todos os produtos da Apple, já que são fabricantes na sua totalidade naquele país asiático.

Foi o próprio Donald Trump, através da sua conta do Twitter, que avisou no passado dia 8 de setembro que os consumidores norte-americanos iriam pagar preços mais altos pelos produtos da Apple devido às taxas impostas aos produtos vindos da China, com clara referência à Apple e à Ford.

Donald Trump também indicou que a única hipótese de não se pagar estas taxas seria fabricar os equipamentos nos EUA, o que fez agitar o mercado bolsista e as ações da Apple desvalorizaram mais de 1%.

A verdade é que todos sabem que o segmento dos produtos tecnológicos é dos que mais irá sofrer com esta taxa criada pelo Presidente dos EUA, já que grande parte dos produtos eletrónicos são fabricados na China, ou noutros países asiáticos. Neste sentido, espera-se que possa haver, para breve, uma reação da Apple a todos estas informações.

Por isso, é expetável que este assunto seja falado durante a apresentação da Apple, já que as taxas impostas irão afetar, muito, as receitas da Apple e esse custo poderá ser passado para os consumidores.

Mas, ainda não se sabe se os preços irão ser já anunciados a pensar nessa taxa, por isso há uma grande expetativa para perceber se o mercado norte-americano irá ver o preço dos equipamentos já aumentados.

Artigos interessantes

Xiaomi Mi A2 ganha nova opção de cor
Telemóveis
7 Visualizações
Telemóveis
7 Visualizações

Xiaomi Mi A2 ganha nova opção de cor

Wagner Pedro - 20 de Setembro de 2018

Há pouco tempo, surgiram rumores que a Xiaomi lançaria uma nova opção de cor para o Mi A2 Lite. No…

Meizu 16X é lançado oficialmente
Diversos
20 Visualizações
Diversos
20 Visualizações

Meizu 16X é lançado oficialmente

Wagner Pedro - 20 de Setembro de 2018

A linha Meizu 16, que por sinal, está atraindo muitos consumidores na China, acaba de ganhar um novo integrante: o…

Xiaomi lança Mi 8 Pro com leitor de digitais na tela
Telemóveis
20 Visualizações
Telemóveis
20 Visualizações

Xiaomi lança Mi 8 Pro com leitor de digitais na tela

Wagner Pedro - 20 de Setembro de 2018

A Xiaomi resolveu expandir ainda mais seu portfólio de smartphones. Há pouco tempo, a empresa lançou o Mi 8 Lite…

Comente

O seu email não será publico

Partilhe nas Redes Sociais

Se gosta do artigo, partilhe com os seus amigos