Apple estuda compra da Netflix e Disney

Red Magic 5G

A possibilidade do repatriamento de fundos, que neste momento estão nos mercados fora dos Estados Unidos e graças à reforma fiscal promovida pela administração de Trump, poderá dar à Apple fôlego suficiente para avançar para a aquisição da Netflix. Neste momento não passa de uma hipótese mas de acordo com os consultores da Citi, há 40% de chances de a Apple comprar o serviço de streaming e 30% de adquirir a Disney.

Segundo a Bloomberg, a companhia de Cupertino tem cerca de 252 mil milhões de dólares amealhados, mas boa parte dessa quantia está em territórios fora dos EUA e, até o momento, era impossível trazer esse dinheiro de volta para o país. O montante, segundo os analistas, cresce 50 mil milhões de dólares ao ano. “Historicamente, a Apple evitou repatriar dinheiro para os EUA para evitar a elevada tributação desses valores. Por isso, a reforma tributária pode permitir que a empresa coloque o dinheiro em uso”, dizem os analistas, no relatório.

Segundo o Citi, a Apple mantém mais de 90% de seu dinheiro fora dos EUA, então a empresa poderia se beneficiar se fizesse uma repatriação única. “Com uma taxa de 10% sobre o dinheiro, a empresa teria 220 mil milhões de dólares para aplicar em aquisições”, pode ler-se no relatório. Com um terço desse dinheiro, a companhia poderia comprar o Netflix.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here