Apple corrige falha nos ecrãs pirata dos iPhone 8

A Apple lançou há quase um mês uma grande atualização para dispositivos móveis, o iOS 11.3, de olho na chegada dos novos iPads.

Contudo, a actualização ficou marcada pela “polémica” – que surpresa, uma movimentação da companhia de Cupertino despertar reacções desmesuradas e uma avaliação ao mais ínfimo detalhe. A nova atualização do sistema operativo iOS 11.3 estava a bloquear os ecrãs do iPhone 8, que tivessem sido reparados por técnicos que não pertencem à Apple. Este problema já tinha acontecido, no ano passado, com a atualização do iPhone 7 e voltou agora a verificar-se.

A atualização do software, disponível desde 29 de março, desativava o ecrã tátil se este tivesse sido reparado fora das lojas da marca. O ecrã principal continuava a ser exibido, mas o utilizador não conseguia interagir com o aparelho. Também acontecia desligarem-se várias vezes.

A informação, avançada pelo site “Motherboard” e por blogues referentes à Apple, deixou os utilizadores chateados e dois mil aparelhos foram devolvidos na Injured Gadgets, loja em Ohio, nos EUA. “Os clientes estão chateados e parece que a Apple está a fazer isto para evitar que os clientes recorram a terceiros para fazer reparações”, referiu o CEO da empresa, Aakshay Kripalani, na altura em que foi revelada a falha. Devido a estes problemas, Michael Oberdick, proprietário da iOutlet, loja que vende e repara iPhones, deixou de tratar os aparelhos. “Eu tinha o pressentimento de que havia algo que iria acontecer outra vez”, referiu à “Motherboard”.

Já não é a primeira vez que os técnicos de informática, que trabalham fora da Apple, acusam a marca de impedir que os clientes utilizem outros serviços. A opção de corrigir problemas referentes ao iPhone, fora das lojas da Apple, é comum devido à diferença de preços.

Mas se reparou, o texto acima descrito está, regra geral, escrito no passado. É que a Apple acaba de apresentar mais uma versão do seu sistema operativo. Agora, o ajuste foi publicado para corrigir problemas de telas sensíveis ao toque do iPhone 8, que ficavam se resposta ao serem trocadas por componentes de terceiros.

Antes de mais nada, a Apple, claro, alertou aos usuários sobre a substituição das partes originais por produtos não autorizados pela companhia — os famosos piratas. Ela reforçou a informação de que os aparelhos podem não funcionar corretamente ou com passar a exibir qualidade inferior. O certo mesmo é visitar uma loja oficial para resolver os problemas. Bem, dito isto, a correção deve chegar a todo os aparelhos com iOS 11.3. Os utilizadores podem, de qualquer modo, forçar o update a partir de “Configurações>Geral>Atualização de Software” e selecionar “Descarregar e Instalar” ou ainda visitar o iTunes e fazer isso via smartphone ou tablet ligado ao computador.

A companhia de Cupertino aproveita esse ajuste para  estrear a versão beta do iOS 11.4, que deve estar disponível somente nos próximos meses. A expectativa é de que a novidade traga revisões da app Schoolwork, do AirPlay 2, da conectividade dos HomePods e das Messages na iCloud, entre outros recursos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here