Apple com novas atualizações para aumentar segurança de Webkid

Com a finalidade de corrigir algumas falhas no domínio da segurança de Webkid, Appled vai disponibilizar novas atualizações de iOS, macOS e WatchOS.

Decorrido apenas uma semana após a efetivação das últimas atualizações relevantes dos seus sistemas operativos, a Apple tem lançado versões de correção tanto para iOS, iPadOS, macOs como ainda para watchOS. Para já, a empresa fabricante de iPhone, através de documentos oficias, deu a garantia de que as atualizações ora propostas vão resolver o problema de falhas de segurança detetadas no WebKid.

Contudo, suspeita-se que as vulnerabilidades demonstradas podem já terem sido “exploradas ativamente”, pelo que seria prudente os usuários efetivassem, o mais rapidamente possível, as atualizações apresentadas pela empresa. Os problemas relacionados a “conteúdo da web criado com códigos maliciosos [que] podem levar à execução arbitrária de códigos.”

Entre os problemas detetados constam, para além da questão da corrupção de memória, também o completo overflow, tanto no macOs quanto no iOS. Há ainda a registar, em termos de problemas, um overflow no buffer após uso grátis em dispositivos iOS mais antigos.

Com o objetivo de resolver as falhas, a Apple faz uma espécie de fuga em frente apostando me atualizações mais avançadas. Para o iOS, a empresa lança o iOS 14.5.1 como solução. Em relação ao ipadOS, Apple põe me cena a versão ipadOS 14.5.1. Quanto ao macOS Big SUr, a versão macOS Big Sur aparece para contornar a fragilidade de segurança assinalada na edição anterior e o watchOS 7.4.1 é disponibilizado como sendo mais eficaz em matéria de segurança.

Entretanto, aos proprietários de iPHones, ipad e dispositivos iPOd touch mais antigos, e que não suportam versões recentes do iOS, recomenda-se a instalação de iOS 12.5.3.

Levando em consideração a possibilidade de que as falhas já tenham sido “exploradas” de “forma ativa”, a instalação das atualizações afigura-se como a melhor das hipóteses a seguir para os usuários dos produtos da Apple.

Fonte: Engadget

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here