Apple apresenta o iPad Mini e 4ª geração do iPad

É verdade que já havia rumores, mas agora é oficial, a Apple apresentou, durante o evento de hoje, o novo iPad Mini e a 4ª geração do iPad.

Não surpreendeu ninguém, já que o iPad Mini é mesmo o que tem sido falado nos últimos dias. O evento decorreu em San Jose, no estado norte-americano da Califórnia, onde a Apple aproveitou para apresentar várias novidades.

A grande novidade é o iPad Mini. O iPad Mini é um iPad 2, mas com 7,9 polegadas, alias foi essa comparação que a Apple fez, não o comparou com o Novo iPad (3ª geração), mas sim com o iPad 2.

O iPad Mini tem um ecrã de 7,9 polegadas com uma resolução de 1,024 x 768p, como é a mesma resolução do iPad 2, isto não trará qualquer problema para os programadores, não terão de modificar as aplicações para que tenham o mesmo efeito no iPad Mini. O processador é a última versão do A5, presente no iPad 2, com 512MB de RAM, o armazenamento haverá em 3 versões, começando nos 16GB, 32GB e 64GB. Haverá versão Wifi, bem como uma versão LTE/4G. A câmara traseira é de 5MP e a frontal é 1,2MP, a espessura do iPad Mini é de 7,2 mm e o peso de 308 gramas. A Apple também já introduziu o novo conetor Lightning no iPad Mini, bem como uma bateria que dura 10 horas.

O preço da versão Wifi começa nos 329 dólares para a versão de 16GB, 429 dólares para 32GB e 529 dólares para 64GB, enquanto a versão 3G/LTE começa nos 429 dóalres (16GB), 529$ (32GB) e 629$ (64GB).

Para a versão Mini do iPad, também haverá smart case, como nas versões “grandes”, que custam 39 dólares e estão disponíveis 6 cores.

O iPad também não foi esquecido e a Apple apresentou a 4ª Geração do iPad (iPad 4?), mas as alterações não são muitas. O processador recebe um upgrade, para o A6X, uma expansão do 4G, a mesma presente no iPhone 5, por isso ainda fora da maioria dos mercados europeus. Ganha, também, a nova entrada Lightning, bem como uma câmara FaceTime HD, que permite gravação a 720p. O preço, mantém-se o mesmo.

A Apple aproveitou este evento para anunciar que já vendeu 100 milhões de iPads em todo o mundo, um feito importante, aproveitando par amostrar algumas comparações com vendas de computadores, incluindo o trimestre passado, que vendeu mais iPads que as fabricantes venderam computadores.

Ambas as versões estão indicadas para chegar ao mercado no dia 2 de novembro, em mais países do que o normal na primeira fase de vendas, onde, pela primeira vez, estamos incluídos na primeira vaga. Além de Portugal, os Estados Unidos, Austrália, Áustria  Bélgica, Bulgária, Canada, Republica Checa, Dinamarca, Finlândia, França, Alemanha, Hong Kong, Hungria, Islândia, Irlanda, Itália, Japão, Coreia, Liechtenstein, Luxemburgo, Holanda, Nova Zelândia, Noruega, Polónia, Porto Rico, Roménia, Eslováquia, Eslovénia, Singapura, Espanha, Suécia, Suiça e Reino Unido.

No comunicado de imprensa, a Apple refere que só o site da Apple, as Lojas Apple e os Vendedores autorizados da Apple venderão os aparelhos, por isso, agora, é esperar para ver se as operadoras começam logo a vender no primeiro dia e se as nossas lojas físicas, como a Fnac ou a Worten, também os vendem.

8 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here