Apple ainda não desistiu do “iCar”

Red Magic 3S

icar AppleO carro “inteligente” era o grande sonho de Steve Jobs. Desde que o CEO da Apple faleceu, que pouco se tem ouvido falar no “iCar“, mas as tecnologias integradas nos veículos continuam a fazer parte dos planos da empresa.

No ano passado a Apple criou o “Eyes Free”, sistema de reconhecimento de voz, semelhante ao Siri, que pode ser utilizado em automóveis e já foi apresentado no novo Ferrari FF. Basta ativa-lo no iPhone e sincronizá-lo com o sistema de informação e entretenimento do carro, através de Bluetooth ou USB. Quando ligado, o utilizador pode dar ordens para tocar músicas, efetuar chamadas ou mandar mensagens de texto enquanto conduz.

A empresa de Cupertino abriu também uma vaga para a área “iOS Car Services“. Especula-se ainda que a Apple pretenda levar os recursos do AirPlay, ferramenta que sincroniza fotos e vídeos com a Apple TV, para os veículos.

Neste âmbito, a Chevrolet já oferece, por exemplo, integração da Siri com o Spark EV, enquanto a Cadillac deverá seguir a mesma lógica com a linha 2014 do CTS. A Audi já está a trabalhar num sistema de estacionamento “sem as mãos”. Espera-se que Ferrari e Mercedes adotem também em breve uma tecnologia de assistência que permita controlar vários itens do carro sem tirar os olhos da estrada.

Google e Microsoft são rivais de peso no ramo automóvel

Carro Automático da Google
Carro Automático da Google

Mas a concorrência segue feroz e as tecnologias da Apple para o o ramo automóvel têm carecido de investimento. A empresa de Tim Cook parte assim em larga desvantagem em relação a rivais de sempre como a Google ou a Microsoft, e está pouco habituada a que seja a concorrência a ditar as tendências de mercado.

carro sem condutor da Google já está a ser testado em alguns estados norte-americanos e deverá chegar em 2017. O sistema operativo Android vem, aos poucos, sendo integrado aos veículos de diversas marcas e, tanto o Google Maps, o Google Street View ou o Google Earth já estão incluídos em sistemas de navegação da Audi e da Mercedes.

Já a presença da Microsoft no ramo automóvel é ainda mais antiga, remonta a 2007, sendo a principal parceira da Ford que inclui o recurso Sync, de reconhecimento de voz, nos seus veículos.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here