App store ainda limita o modo como se pode fazer dinheiro

Não são todos os dias que podemos falar da utilidade das actualizações das aplicações. Não se pode afirmar que as actualizações são sempre e completamente inevitáveis mas a verdade é que a Apple tem feito desta situação, algo complicado de realizar.

Portanto se forem utilizadores de Mac ou iPhone até temos uma boa notícia, se forem consultar o Fantastical apps (com a sua nova actualização) vão poder encontrar apps bem interessantes, como uma app para um calendário que tem várias funções para as tarefas.

blank

Convém ter em conta que, e talvez também chame a atenção é o facto de a aplicação poder passar a ter um modo de subscrição. Vão ser 4.99$ por mês ou 40$ por ano (com 20$ de desconto por isso melhor). Esta subscrição dá para o iPhone, Mac, iPad e aplicações do Apple Watch. As pessoas que não utilizam Apple têm que procurar em outra localização por este serviço.

Há quem defenda que o modo de subscrição é justo, devido aos updates disponíveis e qualidade das apps. Também se tem que ter em conta que não existe melhor hipótese para as aplicações para a Apple, tendo em conta as regras que a mesma coloca sobre as aplicações.

Se conhecem a dinâmica da App Store, o que se segue não é novidade. Primeiro existiu uma correria à App Store na altura em que as aplicações eram a 0.99$. Assim as expectativas é que as aplicações eram baratas. Depois começaram com as aplicações grátis mas cuja continuidade requer pagamento. Ao longo dos anos a Apple tem recusado oferecer preços mais flexíveis. Começaram mais tarde a fazer uma promoção de 30% de desconto, mas que recebeu criticas. Neste momento a Apple tem a politica que o pagamento diminui com o passar de um ano.

Exisem prós e contras em todos as situações e esta não foge às regras, mas tem que se ter em conta que para fazer negócio na App Store, as regras são realmente apertadas.

Fonte: The Verge

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here