Apesar dos materiais reforçados do iPhone 12 será melhor adquirir uma capa de protecção

Actualmente já sabemos que uma das grandes novidades que a Apple apresentou no lançamento do seu mais recente iPhone, além do 5G, foi a inclusão do Ceramic Shield. A Apple e a Corning têm vindo a trabalhar em conjunto de modo a desenvolver aquilo que a gigante tecnológica diz ser o vidro mais resistente alguma vez colocado em um smartphone.

Segundo a marca, o Ceramic Shield é quatro vezes mais resistente que o vidro utilizado no iPhone do ano anterior, sendo assim mais difícil de riscar ou até mesmo de partir. De acordo com um vídeo disponibilizado pela Canada MobileReviews – segundo o site MacRumors, o ecrã utilizado no iPhone 12 é de facto mais resistente que o encontrado na série do iPhone 11.

Depois de alguns testes realizados por esse mesmo site, foi revelado que o iPhone 11 conseguiu resistir a uma força de 352 Newtons, ao contrário do iPhone 12 que conseguiu no vidro frontal aguentar até aos 442 Newtons. Isto pode significar que de facto o Ceramic Shield pode ser o responsável pela maior resistência do iPhone no seu todo. Alguns objectos como por exemplo, chaves e moedas foram utilizados e não conseguiram produzir qualquer tipo de risco no vidro frontal do iPhone.

Foi inclusive aplicado um dos testes mais complicados nos ecrãs dos smartphones actuais, de modo a verificar-se a resistência do painel do iPhone a riscos e a situações abrasivas. Certos materiais que compõem os ecrãs possuem um grau conhecido de resistência e são sujeitos a um teste a fim de verificar se ficam com algum risco resultante do mesmo. Utilizando assim esse teste, o iPhone 12 conseguiu atingir o grau 6 com apenas riscos muito subtis no seu ecrã depois de ter sido sujeito a ser riscado com um objecto de grau 7.

No nível mais duro grau 8, já foi então possível verificar riscos de forma mais visível. Apenas e em termos de comparação, o iPhone 11 começou a mostrar riscos de forma notável no nível 6. Em relação ao painel traseiro do iPhone 12, e após os mesmos testes terem sido aplicados, foi verificado que o Ceramic Shield não foi utilizado no vidro traseiro.

Seja como fôr, será de qualquer das maneiras aconselhável e para o utilizador poder usufruir do seu iPhone de uma forma mais tranquila e segura, adquirir sempre uma capa de protecção, se bem que como todos sabemos, irá sempre por muito minimalista que a dita capa seja, retirar em grande parte a experiência de poder apreciar um smartphone com este tipo de construção na sua mão.

Fonte: PhoneArena

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here