Inicio Gaming Animal Crossing: New Horizons quebra recordes

Animal Crossing: New Horizons quebra recordes

Red Magic 5G

Animal Crossing não passa de um jogo simples. Mas é esta simplicidade que atrai milhares de jogadores à franquia. Foi lançado no Japão em 2001 com o nome Animal Forest para a Nintendo 64, foi lançado na Europa em 2002 já rebatizado como Animal Crossing.

O jogo original começava num comboio com direção a uma cidade para a qual o nosso personagem se estava a mudar. Após a chegada, temos de trabalhar para um guaxinim (ou tanuki em japonês) antropomórfico chamado de Tom Nook/Tanukichi para pagar a dívida pela construção da nossa casa. Após isso estamos livres para completar tarefas mundanas a nosso gosto ou mesmo socializar com os animais antropomórficos que vivem na cidade ou que estão apenas de visita. O jogo não tem um fim programado, este é à escolha do jogador.

Já o jogo mais recente da franquia, leva-nos para uma ilha paradisíaca que irá expandir-se com novos habitantes e novas construções quanto mais jogarmos. Conta com o regresso de personagem favoritos, mas também com novos habitantes que irão dar à nossa ilha um aspeto mais vivo e dinâmico.

Animal Crossing: New Horizons quebrou recordes na sua primeira semana de vendas, com cerca de meio milhão de cópias sólidas vendidas no Reino Unido e ficando colocado no primeiro lugar da lista de vendas, com Doom: Eternal em segundo lugar e Call of Duty: Modern Warfare em terceiro. Já no Japão chegou a vender uns estonteantes 1.88 milhões de cópias físicas. Mas como é que um jogo tão simples teve tanto sucesso no lançamento?

Animal Crossing é uma franquia que que tem por objetivo, ajudar-nos a socializar e transmitir-nos uma mensagem de positividade. Ao realizar tarefas mundanas como pescar todas as espécies de peixes existentes no jogo, colecionar todos os fósseis que estão escondidos no subsolo ou mesmo conversar com os vizinhos acabados de sair de uma fábula, tudo isto transmite-nos uma sensação de satisfação e tranquilidade quando desligamos o jogo. Não há grandes conflitos, talvez aquele novo vizinho esteja zangado porque faz parte da sua personalidade, mas com o tempo e umas quantas conversas até ele é capaz de melhorar a sua disposição e tornar-se um ser agradável.

Em tempos de isolamento profilático voluntário ou mesmo por ordem dos nossos governos, Animal Crossing: New Horizons é uma excelente adição à biblioteca multimédia de qualquer um. O jogo está disponível apenas para a Nintendo Switch.

Fonte: TSA

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here