Análise Surface Pro 4: A Microsoft no seu melhor

Microsoft Surface Pro 4 (20)

Procura trocar o tablet mas não prescinde do portátil? E se pudesse ter ambos? Com um processador i5, 8GB de RAM e 256GB de memória disponível, este é o Surface Pro 4. Descubra-o na nossa análise.

Índice
Características e acessórios
Design e ecrã
Desempenho
Veredicto: Surface Pro 4

Características e acessórios

Microsoft Surface Pro 4 (16)

O novo Surface Pro da Microsoft, está disponível em 6 versões para as diferentes necessidades. O armazenamento pode ir de 128Gb a 512GB em SSD, a RAM de 4GB a 16GB e podemos começar com um processador mais modesto, o m3 ou o arrasador i7. veja uma tabela com as configurações possíveis bem como os preços:

microsoft surface pro 4 _ tabela

A linha que se encontra sublinhada refere-se à unidade que usámos para testes. Achamos que é a que se encontra mais equilibrada em termos de relação qualidade / preço. Por menos de 1500€ temos à nossa disposição um equipamento suficiente para termos um excelente desempenho, muito acima da média dos portáteis que encontramos no mercado. Com o pack, segue a habitual caneta, mas infelizmente o fantástico teclado / capa, continua a ser um extra ao pacote. Segue a habitual tabela das características do equipamento em teste:

microsoft surface pro 4 _ tabela_cara

Design e ecrã

Microsoft Surface Pro 4 (13)

 

Em termos de design, o Surface Pro na sua quarta versão destaca-se pela excelência dos acabamentos. Mas não são apenas os acabamentos que o definem, uma vez que agora se encontra também mais leve. Pesando apenas 768g, é suficientemente leve para poder substituir o tablet lá de casa, mas ao mesmo tempo potente para não ter que recorrer ao portátil para tarefas mais exigentes.

As conexões baseadas em contactos magnéticos são seguras e têm estilo. Não apenas a caneta que se segura exatamente onde queremos que ela fique, na lateral do Surface, como o carregador e também a capa / teclado que fica firme de uma forma extraordinária.

Microsoft Surface Pro 4 (24)

Também o ecrã sofreu alterações. Conta agora com uma resolução bastante elevada de 2736 pixels de largura com 1824 de altura. Apresenta-se em todas as versões com 12,3″ de tamanho, o que o torna ideal para trabalhos mais complexos como por exemplo a edição de foto / vídeo que se tornaria bastante difícil num monitor de 10″ convencionais nos tablets.

A tecnologia PixelSense, garante ainda elevados níveis de contraste, aliados a uma boa relação de reflexo. Não tivemos problemas de maior quando o usámos numa esplanada por exemplo, com o dia ainda a meio. Na parte de trás do ecrã, podemos encontrar uma aba que quando aberta, permite a utilização estável do Surface, numa superfície plana.

Notámos sobretudo uma melhoria em todos os aspetos, mas a funcionalidade e cuidado nos pormenores que a Microsoft teve na conceção deste Surface, faz dele um equipamento de topo bastante desejado.

Desempenho

Microsoft Surface Pro 4 (17)

 

 

O desempenho do Surface que testámos deixou-nos realmente surpreendidos. Mas mais não seria de esperar quando temos um dispositivo equipado com a ultima geração de processadores da Intel. Com o nosso i5 que conta com 8GB de RAM, usámos o GeekBench 3 para fazer alguns testes. Aproveitando que está disponível para várias plataformas, resolvemos comparar dois dos seus concorrentes diretos da Apple. O MacBook Air (que temos na nossa redação com o processador i5) por ser um dos mais finos portáteis do mercado e ainda o iPad Pro. Este ultimo tivemos que usar valores de referencia na Internet pois ainda não tivemos oportunidade de testar uma unidade.
Bench SP4

Na análise de resultados ficámos surpreendidos. Conseguiu melhor pontuação que um MacBook Air e na teoria mais do que o iPad Pro. Mas ficámos apenas surpreendidos com os números, porque na operação com o Surface tudo funciona na perfeição. Jogámos ainda o Call Of Duty Ghosts PC e os gráficos não tiveram mácula, com as definições praticamente no máximo.

Deve-se sobretudo aos gráficos embutidos nos novos i5. Integrando a nova HD520, o desempenho em ambiente Windows e aplicações 3D é magnifico. Com o novo processador não temos apenas mais rapidez. Na nova geração de processadores Intel, foi tomada em conta a eficiência energética. Aquecem menos e consomem também menos energia.

Com este consumo reduzido, a Microsoft afirma 11 horas de autonomia. Numa utilização normal, com acessos regulares à Internet através do Wi-Fi, conseguimos 9h. Fica um pouco longe do anunciado, mas não deixa de ser um valor bastante interessante.

Microsoft Surface Pro 4 (21)

A caneta mais uma vez surpreendeu pela positiva. Seja para desenho, tirar notas ou simplesmente para uso em aplicações que usem sistemas vetoriais, a sensibilidade e manejo da caneta é soberbo. Vindo de origem no pacote de venda, torna ainda mais interessante usar a caneta no dia a dia.

Na edição que testámos, a Microsoft gentilmente cedeu um teclado para teste. É simplesmente o melhor “amigo” que o Surface pode ter, mas, como já referimos anteriormente, é um extra ao pacote de venda. Mesmo no nosso modelo de quase 1500€. Mas torna-se essencial se quiser mesmo utilizar o Surface Pro 4 como um portátil. O rato embutido bem como o conforto de escrita são excelentes, mas fica no ar a sugestão para no próximo sucessor do Surface, pelo menos em edições mais dispendiosas, a capa vir incluída de série.

Veredicto: Surface Pro 4

Microsoft Surface Pro 4 (13)Desde o Surface RT que procurávamos um substituto para o nosso portátil. A Microsoft tem melhorado em cada geração o seu Surface e chega à versão Pro 4 com argumentos de sobra para se assumir como um dos melhores Tablet / Portátil do mercado. Contando com um processador i5, 8GB de RAM e 256GB de memória SSD interna, não há aplicação que não corra de forma fluída. A integração do Windows 10 é soberba tirando todo o partido da versatilidade entre portátil e tablet. Apenas a apontar o facto de a capa teclado ainda não ser incluída de série e a duração da bateria não ser tão boa como a concorrência.

Pontos a favor:

  • Ecrã de qualidade excelente
  • A Pen funciona de forma perfeita
  • Potente para substituir o portátil

Pontos contra:

  • Duração da bateria
  • Capa teclado continua a ser um extra

Aproveitamos para agradecer à Microsoft a cedência da unidade para testes e aproveitamos para relembrar que pode adquirir o Surface Pro 4 em Portugal através da loja Online da marca pelo preço de 1499€ para a versão que apresentamos ou desde 1029€ para um m3 de 4GB de RAM e 128GB de memória.

Segue a habitual galeria de imagens:

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here