Análise Panasonic Viera L50DT60 e blu-ray 3D DMP-BDT330

Panasonic Serie DT60 (13)

Cada vez mais, uma televisão é um bem essencial para ter em casa, mas o UltraHD ainda não é o mais interessante para a maioria dos consumidores. Será esta Panasonic L50DT60 a prenda ideal?

As televisões têm cada vez mais funcionalidades, tantas que hoje em dia as televisões não são feitas “só” para ver televisão, mas têm muitas mais funcionalidades, como aceder á internet, fazer videochamadas, entre outras coisas. Por isso, hoje são chamadas de televisões inteligentes.

A série Viera DT60 é uma série de televisões com excelentes funcionalidades, mas a um preço mais em conta do que outras séries da Panasonic. No entanto, mantém o mesmo interface em todas elas, uma das excelentes funcionalidades desta televisão. Mas, vamos à análise.

Design

Panasonic Serie DT60 (4)Este LED da Panasonic tem um design bastante bonito e simples. O seu design dá-lhe um ar muito premium, com as margem em prateado e uma parte de baixo em plástico transparente.

Tem uma margem de, apenas, 1,5cm, o que faz com que pareça só ecrã, não fosse a cor prateada na margem. Como um “LED” que se preze, também é uma televisão muito fina e muito leve, 35 mm de espessura. Leve, antes de o colocarmos na base metálica que acompanha a televisão. É que a base é bastante pesada e, ao contrário das outras televisões, torna-a algo pesada no seu total, um total de 20.5 kg. Provavelmente para lhe dar uma melhor estabilidade, mas não deve pegá-la sozinho.

Esta televisão oferece-nos várias opções de ligação, tem 3 portas HDMI, 3 portas USB, leitor de cartões de memória SD, Porta LAN, Saída de Áudio Digital (Ótico), Entrada de auriculares, antena, Freeview HD tuners e Wifi integrado. Tem duas colunas de som na parte de baixo, uma em cada lado, e um subwoofer de 10 watts na parte de trás.

Panasonic Serie DT60 (2)Panasonic L50DT60 vem com dois comandos disponíveis, um comando “normal” com os vários botões comuns de um comando de televisão, enquanto o outro é um comando universal, com um trackpad na parte de cima e com os botões mais vulgares, como volume +/-, mudar de canal +/-, ligar/desligar e também tem um microfone que permite dar ordens através de voz. Este último comando é simples, mas acabará por ser o mais utilizado se quiser tirar partido da parte “Smart” desta Panasonic.

Outra novidade que esta televisão tem é uma câmara externa, a TY-CC20W, que permite imagem HD, tem quatro microfones, um bom ângulo de visão e um design que integra muito bem esta televisão. Esta câmara é mesmo a pensar no uso do Skype na televisão.

Interface e Funcionalidades

Panasonic Serie DT60 (9)A sua interface é muito boa. Para começar, a possibilidade de cada utilizador poder ter a sua própria interface é bastante funcional e fácil de fazer. Esta interface também permite que possamos usar o reconhecimento facial para desbloquear o seu interface próprio. Poderá criar vários interfaces, com funcionalidades próprias para cada membro da família.

A interface é bastante simples e personalizada, com a possibilidade de adicionarmos aplicações, como canais de televisão. Aliás, poderemos permitir que esteja um canal em direto a dar na nossa interface.

Em termos de aplicações não poderemos esperar a mesma oferta do que em dispositivos móveis, mas podemos contar com a maioria das aplicações principais nas televisões, infelizmente muitas delas não podem ser utilizadas em Portugal, como a Netflix, Hulu Plus ou CinemaNow. Para facilitar, a Panasonic tem uma loja de aplicações própria, que permite explorar um pouco mais a televisão.

Panasonic Serie DT60 (6)Uma funcionalidade de destaque é a aplicação para dispositivos móveis VIERA Remote App 2, que permite uma integração quase total com a sua televisão. Pode controlar a televisão, partilhar conteúdos entre dispositivos móveis e a televisão com um só gesto, gravar conteúdos da televisão ou utilizar o teclado no tablet para escrever na televisão. Esta aplicação até permite ser um segundo ecrã da televisão.

Já tinha visto esta aplicação na apresentação da Panasonic Smart Viera 4K em Portugal e fiquei bastante impressionado com as funcionalidades desta aplicação num iPad. Desta vez utilizei num Android e gostei bastante do uso. Tal como a Panasonic indica, é cada vez mais vulgar os consumidores utilizarem dispositivos móveis quando estão a ver televisão, portanto esta aplicaçõa tem de existir.

Desempenho e 3D

Panasonic Serie DT60 (16)Numa televisão deste nível não podemos esperar menos do que um excelente desempenho. E é isso mesmo que acontece. As cores são excelentes e como num Full HD que se preze, os ângulos de visualização são excelentes. No entanto, o mesmo não acontece em relação aos pretos. Os pretos parecem-se com um cinzento escuro, infelizmente acontece com a maioria das televisões, mas comparei com uma televisão da LG da mesma gama de preços e os “pretos” não são tão bons.

No entanto, após uma pesquisa pela internet, verifiquei que umas pequenas mudanças nas definições de cores permite um melhoramento neste aspeto, um grande melhoramento até. Mas há consequências, com este melhoramento dos pretos, o contraste sofre um pouco e as mudanças automáticas do brilho tornam-se instáveis.

Esta Panasonic Viera L50DT60 usa 3D passivo e fornece quatro pares de óculos polarizados, ao estilo do que encontramos no cinema.

Bluray 3D Panasonic DMP-BDT330

Panasonic DMP-BDT330 (6)O bluray pode não ser um formato tão comum como conseguiu o DVD atingir, no entanto para visualizar filmes em alta qualidade no conforto do seu lar, o bluray será o preferido. Para isso, nada melhor do que um bom leitor como este Panasonic DMP-BDT330.

Ao principio, estava a contar que ao ligar o leitor bluray da Panasonic oferecesse SmartTV ao estilo do que a televisão oferece, no entanto não aconteceu. Apesar de oferecer uma interface SmartTV a uma televisão que não o seja, não é tão intuitivo como a Panasonic Viera de 2013. No entanto, após uma pesquisa, verifiquei que o interface tem o estilo das versões de 2012.

Panasonic DMP-BDT330 (9)O interface não é muito mau, mas com as novidades que obtemos com as atuais interfaces, não conseguimos olhar para este interface com bons olhos. No entanto, podemos usufruir da maioria das funcionalidades que, normalmente, obtemos de uma SmartTV, como um acesso à internet num browser.

Em termos de design do bluray é bastante apelativo e fica muito bem na nossa estante, com uma parte frontal em vidro/plástico espelhado. Em termos de portas disponíveis temos várias opções. Temos de destacar duas portas USB na parte frontal e, nomeadamente o suporte a cartão SD. Podemos dizer que faz falta um porta USB na parte traseira, já que se quisermos manter um disco externo ligado ao bluray permanentemente, estar sempre ligado na parte da frente “estraga” o excelente design desta aparelho.

Panasonic DMP-BDT330 (11)Outro pormenor é o comando, que infelizmente não é o comando touchpad que temos disponível na televisão, provavelmente por a própria interface não ser compatível. Temos um comando de bluray normal.

A funcionalidade de destaque deste bluray é a possibilidade de podermos fazer um upgrade de um filme HD para 4K, se tiver televisor/projector com suporte para esta nova resolução.

Este bluray também tem DLNA, o que permite que qualquer dispositivo com este certificado possa conectar-se facilmente ao bluray e fazer livestream no televisor do seu dispositivo.

Em termos de desempenho não podemos apontar nada a este bluray, tudo o que foi pedido correu de forma perfeita, mas o desempenho de um bluray vai depender sempre da qualidade da televisão, portanto não pense que vai fazer milagres. No entanto, este bluray da Panasonic é, sem dúvida, um dos melhores do mercado.

Conclusão

Panasonic Serie DT60 (1)Sem dúvida se escolher esta televisão será uma excelente escolha com pouca concorrência. Tem um design excelente, superior à maioria dos concorrentes, bem como excelentes ângulos de visualização, mas o grande destaque é o seu interface. Um interface bastante intuitivo e funcional.

No entanto, os pretos não dos melhores que já vimos, bem como por este preço é possível encontrar concorrentes à altura que podem falhar em algumas coisas, mas em tempos de crise o preço é um dos fatores principais na altura de escolher o que comprar.

Pontos a Favor:

  • Excelente Design
  • Interface
  • Excelentes ângulos de visão

Pontos Contra:

  • Os pretos poderia ser melhores
  • Preço

Queremos agradecer à Panasonic por ter cedido a televisão Panasonic Viera L50DT60 e o blu-ray 3D DMP-BDT330. O bluray tem um preço recomendado de 249,99€, enquanto para as televisões há vários preços variando do tamanho do ecrã: TX-L42DT60 – 1199,00€; TX-L47DT60 – 1599,00€; TX-L50DT60 – 1799,00€; TX-L55DT60 – 2199,00€; TX-L60DT60 – 3199,00€.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here