Análise Panasonic Lumix DMC-TZ60: Focando o infinito

passatempo
Panasonic TZ60 corpo(7)

Esta semana recebemos para análise a Lumix TZ60 com lente Leica. Topo do segmento com um dos maiores zoom’s a um preço acessível. Confira na nossa análise.

Índice
Características e acessórios
Design e funcionalidades
Desempenho
Veredito: Panasonic Lumix TZ60

 

Características e acessórios

Conectividade e um sem fim de funções. Seguem as caracteristicas principais da Panasonic Lumix TZ60:specs_tz60

Design e funcionalidades

Panasonic TZ60 corpo(1)Não é qualquer maquina que se pode orgulhar de ter o símbolo da Leica gravado. Este simples facto só por si faz antever qualidade expectável no horizonte. E podemos afirmar que toda a qualidade que caracteriza a marca está lá.

Os materiais utilizados na construção desta TZ60 foram escolhidos de forma criteriosa para elevar a qualidade geral do modelo. Nota-se um cuidado em cada detalhe e até as dimensões que seriam de esperar de um modelo que incorpora um Zoom de 30x, são relativamente reduzidas.

Panasonic TZ60 corpo(9)Ficámos satisfeitos por ver pequenos detalhes tecnológicos que hoje em dia não são indispensáveis mas quando presentes tornam a nossa vida bastante mais facilitada. É o caso do NFC, do Wi-Fi e também do GPS.

Com muita pena nossa o ecrã não é sensível ao toque. Ao contrario de modelos da marca em que podemos navegar tocando no ecrã, os menus da TZ60 são percorridos com o bem conseguido jog-dial, porém hoje em dia, os ecrãs de toque capacitivos tornam mais intuitivas as operações, sejam elas simples ou mais complexas.

Panasonic TZ60 corpo(8)Outro ponto que esperávamos neste modelo, e visto que a componente de video está bem presente, seria um ecrã com inclinação variável. Tal não aconteceu. Apesar de não ser imperativo, hoje em dia facilita em muito, as fotos ou videos gravados de ângulos mais complicados, ter a possibilidade de orientar o ecrã conforme as necessidades.

Desempenho

Panasonic TZ60 corpo(4)Nos testes de desempenho da Lumix, ficamos bastantes surpreendidos e satisfeitos com as prestações da mesma.

A começar pela configuração simplificada através da funcionalidade NFC, em que colocando um dispositivo compatível, não há códigos nem definições complicadas. Tudo o que é necessário para a ligação entre a máquina e um telefone Android por exemplo, fica feito em segundos.

Panasonic TZ60 corpo(6)Com a configuração concluida as possibilidades são muitas. desde o espelhamento da imagem no smartphone, bastante útil caso queira tirar um auto-retrato, basta olhar para o ecrã do seu telefone, enquadrar e ajustar a máquina e com o temporizador tirar aquela foto para mais tarde recordar.

A grande funcionalidade nesta TZ60 é o Zoom. Com uma equivalência de distância focal na casa dos 720mm, conseguimos uma aproximação total cerca de mais 50% em relação à série anterior em que tínhamos “apenas” zoom de 20x.

Com um zoom tão estendido, é imperativo ter um estabilizador de imagem, seja ele fisico, como um tripé por exemplo e o da própria lente. Podemos dizer que em fotos de dia, exclui-se a necessidade do primeiro, porque a lente consegue, em velocidades de disparo mais elevadas resultados fantásticos. Já à noite, é melhor estar com um tripé sempre à mão.

Seguem alguns exemplos do Zoom em fotos tiradas em Lisboa e Coimbra, em alguns casos com as 30x de zoom aplicado:

Panasonic_Lumix_fotos Zoom_01

Panasonic_Lumix_fotos Zoom_02

Panasonic_Lumix_fotos Zoom_03

Panasonic_Lumix_fotos Zoom_04

 

A bateria cumpre a sua função, conseguimos em alguns ciclos cerca de 350 disparos usando apenas o EFV. Por ser amovível, podemos ter um kit de 2 ou três baterias e alimentação não vai ser um problema.

Um dos pontos negativos apontados nesta análise é mesmo este ultimo. O electrónico ViewFinder. Por ser tão pequeno e com uma resolução tão diminuída, a percepção de cores e enquadramento dos objectos ficam comprometidos. Permite poupar bastante bateria mas pode sacrificar o resultado final.

De resto, os vários modos, automáticos ou manuais, dão-nos o controlo total sobre o resultado final da foto que pretendemos. O modo HDR surpreendeu pela positiva, em fotos gravadas em RAW. Os vários pontos de luz dentro da mesma imagem, são controlados pelo rápido processador da TZ60 e sobrepondo 2 a 3 fotografias no mesmo ficheiro, consegue uma exposição perfeita e uniforme.

Veredito: Panasonic Lumix TZ60

Se procura uma câmara compacta a TZ60 pode mesmo ser a compra deste natal. Apesar de acharmos que poderia ter sido mantida a opção do ecrã touch e de inclinação variável, a Lumix ganha pelo zoom de 30x, equivalente a uma lente de 720mm de distância focal. O GPS integrado, NFC e Wi-fi fazem as delicias dos amantes das novas tecnologias. Quase perfeita.

Pontos a favor:

  • Wi-fi integrado
  • NFC
  • Zoom de 30x
  • Autonomia da bateria

Pontos contra:

  • Viewfinder pequeno e com pouco detalhe
  • Não tem touchscreen
  • Ecrã fixo

Aproveitamos para agradecer à Panasonic a cedência da TZ60 para análise e aproveitamos para informar que podem encontrar este modelo no mercado Português, pelo preço que ronda os 340€. Se gostaram desta análise fiquem atentos pois em breve teremos novidades da câmara que poderá ser a sucessora desta LUMIX com possibilidade de gravação em 4k.

 Segue a galeria de fotos da Panasonic TZ60:

 Segue a habitual galeria de fotos tirada com a Panasonic TZ60:

3 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here