Análise LG G Pad 8.3: portabilidade, preço e potência

LG G Pad 8 (1)

A LG tem crescido como fabricante de dispositivos móveis e está a colocar-se muito bem nos smartphones, mas estava totalmente fora dos tablet. Estará num bom caminho com o G Pad?

Índice:
Características
Design e Ecrã
Interface e Desempenho
Veredito: LG G Pad 8.3

A LG é uma das principais fabricantes mundiais e tem apostado forte no mercado de smartphones. O LG G2 foi um smartphone muito bem conseguido e com críticas bem positivas, da nossa parte também, e o próximo LG G3 promete, tanto pelas suas características como pelo seu design e será já hoje, dia 19 que poderemos começar a ter uma opinião formada. Mas falta o segmento dos tablet, ao qual a LG não tem aposta nos últimos anos.

Estudou o mercado e só lançou um tablet, não foi um de 10 polegadas nem de sete polegadas, foi um meio termo, de 8,3 polegadas, ao estilo do iPad mini. Será que foi a aposta certa? Leia a nossa análise.

Características

LG G Pad 8 (3)Em termos de características o tablet pode não surpreender, por não ter o topo de gama da Qualcomm, mas temos de admitir que as grandes fabricantes demoram a lançar tablets ao nível dos smartphones. Basta olharmos para este LG G Pad 8.3, foi um dos primeiros a ter o Snapdragon 600, quando os smartphones já estavam no Snapdragon 800. Hoje em dia, já conseguimos encontrar mais alguns, mas a que preço? Pode não ser topo de gama, mas também não é o objetivo, o objetivo passa por oferecer um tablet bom a um bom preço.

Fique com as características do L GG Pad 8.3:

  • Dimensões: 216.8 x 126.5 x 8.3 mm
  • Peso: 338 g
  • Sistema Operativo: Android 4.4.2 KitKat
  • Ecrã: IPS de 8,3 polegadas
  • Resolução: 1200 x 1920 p / 273 ppi
  • Câmara: 5MP /Frontal: 1,3MP
  • Processador: Qualcomm Snapdragon 600 a 1,7GHz
  • GPU: Adreno 320
  • Memória Ram: 2 GB
  • Memória interna: 16GB , MicroSD até 64GB
  • Bateria: 4600 mAh
  • Wi-Fi 802.11 a/b/g/n, dual-band, Wi-Fi hotspot, Wi-Fi
  • GPS com GLONASS
  • Bluetooth
  • Jack de Áudio Normalizado de 3.5 mm

LG G Pad 8 (7)

Design e Ecrã

Para marcar o regresso da LG ao segmento dos tablet não poderia começar melhor. Em termos de design o LG G Pad surpreende pela sua construção, uma mistura de plástico e alumínio, com um design parecido ao iPhone. Se o colocarmos de forma horizontal, a parte traseira parece mesmo um iPhone em ponto grande, claro que em vez de vidro é plástico, mas transmite uma construção premium e de grande qualidade. Que o é.

Ao pegar no LG G Pad achei logo que assentava bem na mão e que não era pesado, apenas 338g com um tamanho de ecrã que é bastante interessante. Não é demasiado grande nem demasiado pequeno, tudo isto aliado à portabilidade que o G Pad oferece, pois facilmente cabe numa pequena mala ou bolsa.

LG G Pad 8 (10)Se pegarmos no G Pad na horizontal, do lado esquerdo não encontramos nada e é no lado direto que temos o botão de ligar/desligar e os botões de volume. Sim apenas estes botões, já que a LG tem acompanhado a ideia da Google de “abandonar” os botões físicos. Na parte de cima ainda encontramos o jack para os auriculares e o compartimento para o microSD, protegido por uma pequena tampa.

O ecrã é muito bom. Dizer que é o melhor é sempre discutível, mas sem dúvida que é um dos melhores. A cores são boas, bem como com a luz direta no ecrã, e com bons ângulos de visualização, sem dúvida um dos melhores ecrãs para tablets neste segmento de oito polegadas. A par deste temos bons concorrentes, como o iPad mini com ecrã retina que consegue ser superior.

O desempenho deste ecrã para o seu objetivo, que é ver vídeos e utilizar a internet, é muito bom. Se olharmos aos concorrentes não há outros concorrentes a este preço e com Android em Portugal.

Interface e Desempenho

LG G Pad interface (1)

A interface do G Pad é exatamente igual ao que encontramos no LG G2 e na maioria dos smartphones da fabricante, exceção ao G Flex. A interface continua a ser a Optimus UI que não considero a melhor, mas está bem longe de ser a pior, até porque tenho clara preferência pela versão original do Android.

Com a maioria das funcionalidades que poderemos encontrar em qualquer smartphone LG, as novidades em relação à maioria das aplicações disponíveis é o LG Q Pair que permite ligar o tablet ao seu smartphone e utilizar a sua internet e até fazer e receber chamadas ou mensagens. Claro que terá de continuar a falar através do smartphone ou uns auriculares, mas é uma funcionalidade importante para partilhar internet ou responder a mensagens sem pegar no smartphone. Outra funcionalidade que gosto cada vez mais é o Knock On, que basta tocar duas vezes para o ecrã se ligar.

LG G Pad interface (6)Outra funcionalidade é o Slide Aside, que permite ter três aplicações abertas no ecrã. Ainda não funcionam em verdadeiro multi-tasking, mas raramente o utilizará e acredito que a maioria das pessoas que utilizam o G Pad não conhecem esta funcionalidade. Aliás, esta e há muitas outras aplicações próprias que são desnecessárias e só ocupam o seu espaço.

O desempenho do LG G Pad 8.3 é bom, mas poderia ser melhor. É verdade que quando chegou ao mercado não havia muitos tablets mais poderosos, mas a LG poderia ter incluído um Snapdragon 800, que sempre melhoraria o poder de processamento. Mas em termos de desempenho ficamos bem servidos, é que o LG G Pad aproxima-se de grandes smartphones.

Utilizámos os vulgares testes de desempenho e o resultado foi bastante bom. No AntuTu obteve 25525, logo por baixo do HTC One (M7), no Quadrant obteve 11510, no Vellamo 2502 um pouco antes do Note 3 e no 3DMark. obteve 9285. O desempenho não o dececionará.

As câmaras estão ao nível do que é exigido. Continuo a ser contra fotografias num tablet, mas um sensor de 5MP deve ser suficiente.

Veredito: LG G Pad 8.3

LG G Pad 8 (14)Pode não ser topo de gama, mas também não é o objetivo, o objetivo passa por oferecer um tablet bom a um bom preço. E consegue. Encontramos outros concorrentes com menos especificações e mais caros, portanto a LG acaba por conseguir o que queria.

Temos de destacar o seu design e um ecrã bom, que permitirá tirar todo o partido da multimédia que um tablet oferece, nomeadamente a um preço excelente. Quando foi lançado, custava 299€, mas já há descontos nas lojas portuguesas que o colocam a pouco mais de 200€.

Mas a LG está a fazer um pouco do que a Samsung está a fazer e a criar aplicações próprias. Será que vale a pena ter tantas aplicações que a maioria das pessoas não vai utilizar e muitas nem sequer vão conhecer? O processador é bom, mas poderia ser o Snapdragon 800.

Se pretende juntar portabilidade, preço e potência, está aqui a opção ideal.

Pontos a Favor:

  • Design muito bem conseguido
  • Bom ecrã
  • Preço

Pontos Contra:

  • Demasiadas aplicações próprias
  • Processador poderia ser melhor

Desde já agradecemos à LG Portugal por nos ter disponibilizado o LG G Pad para testes. O preço recomendado é de 299€, mas já conseguirá encontrar alguns descontos que o colocam a pouco mais de 200€, um excelente preço. Fique com a nossa habitual galeria de imagens.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here