Análise Huawei Watch: O futuro do relógio

Huawei Watch (6)

Hoje analisamos um dos melhores Smartwatch no mercado. O Huawei Watch chegou à hora certa para mostrar o melhor do Android Wear.

Índice:

Características e acessórios
Design e ecrã
Desempenho
Veredito: Huawei Watch

Características e acessórios

O Huawei Watch vem bem equipado. Inclui um processador Snapdragon 400 a correr a 1.2Ghz, conta com 512MB de RAM e 4GB de memória interna para armazenamento. O ecrã de 1.4″ tem de resolução 400×400 o que dá uma densidade de 286 pixels por polegada. Em termos físicos mede de diâmetro 42mm e tem de espessura 11,3mm e é à prova de água.

Como principais sensores, encontram-se o Acelerómetro, o Giroscópio, barómetro e sensor de batimentos cardíacos. Para as comunicações, a Huawei incluiu o Wi-Fi e o Bluetooth de baixo consumo, conhecido como BLE. A compatibilidade entre dispositivos requer o mínimo de Android 4.3 e de iOS 8.2.

A apresentação do Huawei Watch vem numa caixa muito bem elaborada, como se de um topo de gama da joalharia se tratasse, como acessório traz uma base de carregamento através de conector próprio com contacto magnético, sendo ligado a uma convencional porta / carregador USB.

Segue uma tabela com as principais características:

Caract Huawei Watch

Design e ecrã

O Design pode muito bem ser um dos fatores que diferencia este smartwatch de toda a concorrência. Apostando no formato mais convencional de um relógio, a Huawei propõe uma lista de combinações possíveis invejável.  A caixa redonda do Huawei Watch é apresentada em várias cores, desde o preto, passando pelo dourado ou prateado, dando a possibilidade de personalizar cada relógio como se fosse único. Da mesma forma há a possibilidade de trocar facilmente a bracelete, por entre a vasta escolha que temos à disposição.

Huawei Watch (15)

O ecrã surpreende pela qualidade extrema. A olho nu é quase impossível visualizar píxeis. A Huawei usou um ecrã de 1,4 polegadas com a resolução de 400×400 apresentando assim uma densidade de pixels de 286 pontos em cada polegada. Para se ter uma noção, o ecrã do iPhone 5S apresenta um pouco mais, 326 ppp, sendo este composto pelo famoso ecrã retina. A proteger este fantástico ecrã, encontra-se um vidro de safira que não influencia na capacidade do touch mas protege o ecrã, de modo a que nos esqueçamos que temos um pedaço de alta tecnologia sensível no pulso.

O contraste e as cores vivas chamam a atenção de qualquer um. Quando usamos o ecrã personalizado com temas de relógios clássicos, foram muitas as pessoas que confundiram este relógio com um convencional. Isto devido à tecnologia AMOLED que proporciona um contraste ótimo e cores vivas. Não tivemos qualquer dificuldade em usar o relógio em planos mais iluminados, como por exemplo na rua com um dia de sol.

Huawei Watch (25)

Foi incluída a opção de termos o relógio sempre disponível, usando para isso uma diminuição do brilho e alteração do contraste e tema para quando não o usamos durante um determinado tempo. Assim temos no pulso não apenas um pedaço de tecnologia avançado, mas um verdadeiro relógio em que quando necessitamos ver as horas, elas estão lá sem necessidade de abanar o pulso ou carregar em botões, como se passa neste momento na concorrência.

Voltando ao design, e tratando-se de um relógio que funciona a bateria, a Huawei também optou por um sistema de carga bastante simples e prático. Com uma base munida de 4 pinos e capacidade magnética, basta encostar o relógio para podermos alimentar a bateria de 300mAh. O único inconveniente será a especificidade desta base que nos obriga a levá-la para todo lado pois de outra forma não será possível carregar o Huawei Watch

Tal como num relógio de alta gama (justificando assim o preço pedido pela Huawei), o relógio é apresentado numa caixa “premium”, mostrando o empenho da marca em todos os pormenores, mesmo aqueles que a concorrência delega para segundo plano. Partindo do pressuposto que temos dois relógios semelhantes e a preços idênticos, a escolha do consumidor vai pender sempre pelos detalhes que as marcas colocam nos artigos.

Huawei Watch (5)

Desempenho

O desempenho geral do Huawei Watch surpreende pela positiva. Pode parecer pouco ter um Snapdragon 400 e 512MB de RAM mas o que é certo é que é mais que suficiente para correr a versão 5.1.1 do Android Wear. Muito pelo facto de o sistema operativo ser bastante leve e simples. Por ter esta versão, o Huawei Watch é compatível com o iPhone (com algumas limitações), suporta gestos como comandos e ainda permite a comunicação entre relógios Android Wear.

Apesar de acharmos uma falha este relógio não ter GPS embutido, a gama em que a Huawei o insere pende mais para relógio casual e não desportivo. Como tal, as funções presentes são mais que suficientes. Contamos com acelerómetro e giroscópio que nos dão o sensor de movimento de 6 eixos, barómetro e sensor de batimento cardíaco.

Huawei Watch (20)

Com o sensor de batimentos cardíacos, a Huawei eleva ainda mais a qualidade e valor deste relógio. Apesar de não ser um relógio vocacionado para o desporto, pode muito bem ser usado para esse fim. Com o pedómetro e este ultimo sensor, o relógio pode criar um perfil do utilizador e traçar metas de treino e analisar resultados. Dos testes que efetuamos, as medições deste sensor ficaram muito próximas com uma medição efetuada num sistema convencional de medida.

Huawei Watch (22)

À primeira partida, pode parecer um pouco confusa a operação do Android Wear para quem nunca teve contacto com este sistema operativo. Facto que é ultrapassado com apenas algumas horas de uso. Com apenas um botão físico, as funções a ele atribuídas passam pelo acordar do dispositivo, entrar em modo de espera ou voltar ao ecrã inicial.

Toda a operação é baseada em “deslizes”. Deslizando para baixo, temos o menu de configuração e opções, para a esquerda entramos no menu Android e temos acesso às APPs do dispositivo, para a esquerda saímos das APP e dispensamos as notificações no ecrã.

Como não temos teclado, a escrita de SMS pode ser, por exemplo, através de voz. Esta função requer que o relógio tenha acesso à Internet, quer por si próprio, ou através do telefone. Enviámos algumas SMS e somos honestos quando dizemos que o sistema funciona bastante bem para quando precisamos de enviar algo simples como “Olá irei chegar atrasado”.

Huawei Watch (10)

Praticamente todas as notificações que recebemos no telefone são espelhadas no Huawei Watch. Desde os cupões do nosso Hipermercado, passando por resultados desportivos ou até e-mails. Tudo é apresentado corretamente e pode ser consultado de forma rápida e discreta. Foram várias as vezes em que tive de consultar notificações que de outra forma seria constrangedor mexer no Smartphone.

Como não podia ser perfeito, encontramos apenas um defeito no Huawei Watch e que se prende com o calcanhar de Aquiles de qualquer um destes produtos. A bateria. Apesar de os 300mAh serem mais que suficientes para aguentar 2 dias numa utilização moderada, quando falamos numa utilização mais intensiva, em que temos constantemente o Wi-Fi ligado e interagimos com o relógio, dificilmente iremos chegar ao final do dia com bateria. Este ponto negativo não mancha a apreciação global positiva, mas apenas mais um ponto que é comum a este segmento.

Huawei Watch (3)

As Apps neste momento são ainda limitadas, mas tem vindo a crescer a cada dia que passa. Para quase todas as atividades possíveis com um relógio, já temos uma aplicação, caso do WhatsApp, Endomondo ou Google Maps. Prevê-se que com as crescentes vendas, as APPs sejam cada vez mais. A Google ainda não permite a personalização da Interface do seu Android Wear, o que faz com que este smartwatch seja em tudo semelhante aos seus concorrentes em termos de operação.

As APPs que tivemos oportunidade de testar, apresentavam um ligeiro “LAG” ao serem iniciadas, mas falamos apenas de um a dois segundos. Muitos de nós estamos habituados aos smartphones topo de gama e pode parecer muito mas é, de facto, aceitável.

O relógio é resistente à água, porém como é touch, caso seja acionado o ecrã, o mesmo sofre do mal dos telefones com a mesma característica, deixa de ter sensibilidade e só volta a estar a funcionar em pleno, quando totalmente seco.

Segue um pequeno vídeo do funcionamento do Huawei Watch:

Veredito: Huawei Watch

O novo Huawei Watch é realmente um dos melhores smartwatch no mercado. O seu ecrã de 400×400 com uma elevada densidade de pixels 286 ppi, confere uma visualização quase excelente. Destaca-se da concorrência, ficando nos lugares de topo, com wi-fi, Bluetooth e equipado com o sistema operativo da Google, o Android Wear. Podemos afirmar que foi dos melhores que já analisamos.

A apontar como ponto negativo, apenas a bateria. Os 300 mAh não são suficientes se quisermos usar o relógio em toda a sua plenitude. Emparelhado com o telefone e usando para ver e-mails ou responder a chamadas, não conseguimos chegar ao final do dia com o relógio ligado. Caso faça um uso menos intensivo, pode chegar até dois dias.

Pontos a favor:

  • Qualidade do ecrã
  • Android Wear
  • Materiais usados

Pontos contra:

  • Utilização limitada da bateria
  • Um pouco caro

Aproveitamos para agradecer à Huawei a cedência do dispositivo para análise. O mesmo pode ser encontrado no mercado nacional com preços a começar nos 399,99€.

Segue a habitual galeria de fotos do dispositivo:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here