Análise Huawei Ascend P6: Design com toque de luxo

Huawei Ascend P6

Como já temos dito, a Huawei está a apostar forte no mercado mobile e este Ascend P6 é o primeiro da fabricante chinesa com qualidade de construção ao nível do topo.

Índice:

Características e Acessórios
Design e Ecrã
Interface e Desempenho
Câmara e Multimédia
Veredito: Huawei Ascend P6

A Huawei tem apostado forte no mercado mobile mundial e tem lançado vários dispositivos no mercado. O Huawei Ascend P6 é o mais recente topo de gama apresentado no passado mês de junho em Londres. Na altura foi apresentado como o smartphone mais fino de sempre, com 6,18 milímetros, já ultrapassado por outro dispositivo.

Huawei Ascend P6 (2)Este progresso começou no ano passado, com o lançamento de smartphones próprios, sem estar ligados às operadoras, que tinha sido a estratégia da Huawei até à altura. No ano passado, começou por lançar o Huawei Ascend P1, posteriormente o Ascend D2, depois o Ascend P2 e, agora, o Ascend P6. Até este smartphone que analisamos, o progresso tinha sido em especificações, mantendo o qualidade de construção de plástico, vulgarmente característico de smartphones mais baratos, apesar de o Galaxy S4 ainda ter este tipo de construção.

Mas, o Ascend P6 marca uma mudança na estratégia da Huawei e no design da marca, sendo este smartphone o primeiro em alumínio, ao nível do iPhone ou HTC One. Na apresentação do dispositivo em Portugal, fiquei logo impressionado com a qualidade de construção.

Será que este Huawei consegue combater os topos de gama na qualidade de construção e design? Vamos à análise.

Características e Acessórios

o Dimensões: 132.7 x 65.5 x 6.2 mm
o Peso: 120g
o Sistema Operativo: Android 4.2.2
o Memória Ram: 2 GB
o Memória: 8GB de memória interna/MicroSD até 32GB
o Ecrã: IPS+ LCD de 4,7”
o Resolução: 720 x 1280p/312 ppi
o Câmara: 8MP/Frontal: 5MP
o Processador Huawei K3V2 quad-core a 1.5 GHz
o Bateria: 2000 mAh
o Wi-Fi 802.11 b/g/n, DLNA, Wi-Fi Direct, Wi-Fi hotspot
o GPS com A-GPS e GLONASS
o Porta microUSB
o Bluetooth v3.0
o Jack de Áudio Normalizado de 3.5 mm

Huawei Ascend P6 (10)O Huawei Ascend P6 não se destaca pelas suas especificações de topo, mas há que destacar a câmara frontal de 5MP. Sim, 5MP só na câmara frontal, muito melhor que qualquer smartphone de topo.

Mas é nos acessórios que encontramos um dos pontos favoritos do Ascend P6, que muitas fabricantes já deveriam ter seguido à muito tempo, uma capa de silicone para o Ascend P6. Praticamente todos os detentors de smartphones têm de adquirir uma capa própria para o seu smartphones, o que poderia/deveria vir com o smartphone, mas que nenhuma fabricante incluí. Na compra do Huawei Ascend P6, esta capa está incluída e é exatamente o que precisamos e que muito me impressionou logo mal abri o smartphone.

Além desta capa de silicone, o Huawei Ascend P6 tem um carregador de parede, um cabo USB-MicroUSB e uns auriculares. A caixa não aparece nesta análise, pois a Huawei enviou o smartphone numa caixa branca e não é a original do dispositivo.

Design e Ecrã

Huawei Ascend P6 (16)Sem dúvida que o design é o grande destaque do Ascend P6 e, na minha opinião, o grande fator positivo deste smartphone. Sim, é que os acabamentos em alumínio colocam este smartphone ao nível dos grandes topos de gama (excepto Galaxy S4). A parte da frente é metálica como nas laterais e na parte de trás é de alumínio.

Enquanto as laterais do Ascend P6 são retangulares, a parte de baixo é arredondada e não tem qualquer compartimento para auriculares nem micro USB, como é normal. A parte de cima é que tem o Micro USB, sendo que a lateral esquerda tem o jack para os auriculares. Na lateral direita é que estão a maioria dos compartimentos e botões. O botão ligar/desligar, botão volume, compartimento para MicroSIM e para Micro SD. A coluna de som e a câmara encontram-se na parte de trás, que não permite acesso à bateria.

Com este design impressionante em alumínio (e preço), uma capa de silicone para o Ascend P6 é “quase” obrigatória, o que vem incluído neste dispositivo. Sem dúvida uma excelente tatica por parte da Huawei, que não tem sido habitual em outros dispositivos de gama alta, mas que é bastante diferenciador e que deveria ser seguidos pelas outras fabricantes. A capa de silicone não é totalmente transparente e tem um tom escuro.

Huawei Ascend P6 (13)Este design dá um toque luxuoso a este dispositivo, toque luxuoso que não é acompanhado pelas especificações do dispositivo, o que acredito que seja um “teste” ao mercado, para ver até que ponto este design tem aceitação dos consumidores, para, mais tarde ter um smartphone que consegue competir com a Samsung e a HTC.

O ecrã é de 4,7 polegadas com uma resolução HD. Hoje em dia, a qualidade de ecrã está a um nível muito bom e este smartphone também oferece uma excelente qualidade de ecrã. Com bons visualização de ângulos mais difíceis, bem como uma boa visibilidade na rua, mas o ecrã tem alguns reflexos no exterior, apesar de não se tornar impeditivo. No entanto, é um excelente fator positivo, comparado a dispositivos de média-gama.

O tamanho de ecrã pode ser grande para muitos, mas temos de tirar o chapéu à Huawei por ter tornado este smartphone tão fino, o que facilita, bastante, a chegada do dedo a quase todo o ecrã, sem grande esforço. O touchscreen demonstrou algumas falhas, que não acontece com o “Modo Luva” ativo, que melhora significativamente o touch, apesar de poder gastar um pouco mais de bateria.

Interface e Desempenho

Huawei Ascend P6 Emotion UI (3)A interface do Huawei Ascend P6 é o Emotion UI no Android 4.2.2, uma interface própria onde a ideia base parece ser retirada do iOS. Ao contrário do que acontece com o Android “normal” e da maioria das interfaces próprias, esta interface tem tudo no ambiente de trabalho, desde widgets às várias aplicações, tanto as pré-instaladas como as instaladas a partir da Google Play. Aliás, ao tentar arrastar uma aplicação para o “caixote do lixo” ele pede logo para desinstalar.

Pessoalmente, achei bastante agradável esta interface, pois temos os widgets do Android e as aplicações tão acessíveis como virar o ecrã, tal como acontece no iOS e o tornou um dos sistemas operativos mais intuitos que existem. No entanto, quem gosta de Android, prefere interfaces mais personalizáveis, o que não é permitido nesta interface. Felizmente para esta última opção, podemos sempre ir à Google Play.

Huawei Ascend P6 Emotion UI (8)Ainda em relação ao Emotion UI, tenho de destacar duas aplicações próprias que melhoram a segurança do smartphone que já deveria fazer parte do Android há algum tempo, mas só chegou no Android 4.3, que é o controlo de permissões. No controlo de permissões, podemos bloquear a internet especificamente a cada aplicação, bem como escolher se as aplicações só podem ligar ao Wifi, ou, também, ao 3G. Uma excelente opção que melhora o nosso controlo sobre as aplicações e o que elas fazem.

Também podemos alterar as notificações das aplicações. Sem que instalamos uma aplicação, o Ascend P6 pergunta se pretendemos receber notificações dessa aplicação, o que faz com que receba notificações só das aplicações que pretende.

É no desempenho que verificamos o “tendão de aquiles” do Huawei Ascend P6, isto devido à Huawei ter o seu processador próprio, já bastante ultrapassado pelos concorrentes. Para podermos comparar a outros dispositivos e processadores, realizei os seguintes testes de desempenho: AnTuTu, o GFX-Bench (atualização do GLBenchmark), Quadrant, o Vellamo e o Sunspider.

Numa comparação, verificamos que o Ascend P6 está atrás dos smartphones de gama média que já analisámos. Comparámos ao Galaxy S3, ao LG Maximo 4X HD e ao HTC One X, todos com preços iguais ou inferiores ao Ascend P6 e já lançados à mais de um ano.

Este Ascend P6 é superior em todos os testes ao LG Maximo 4X HD, mas inferior ao Galaxy S3 e ao HTC One X, que chegou ao mercado há quase dois anos.

Apesar dos testes de desempenho, não encontrará lentidão na utilização do smartphone, no entanto, tendo em conta os concorrentes, a Huawei já deveria ter um processador muito melhor e mais ao nível dos outros smartphones, o que o coloca atrás de vários dispositivos.

No desempenho de bateria do Ascend P6 é o normal do esperado nos smartphones, dois dias de utilização num uso moderado, mas será difícil aguentar um dia para um utilizador hardcore.

Câmara e Multimédia

Huawei Ascend P6 (17)A interface da câmara do Ascend P6 não é muito diferente do que estamos habituados a ver na maioria dos dispositivos móveis com Android, oferecendo os “botões normais” logo na interface, como a mudança entre o modo fotografia e vídeo ou entre a câmara frontal e traseira.

Em termos de câmara, o destaque é mesmo a câmara frontal de 5MP, a melhor na câmera frontal até agora no mercado nacional. Sem dúvida, que verificamos uma excelente resultado, mesmo numa videochamada verificámos isso. No entanto, esta câmara tem como objetivo as auto-fotografias para publicar no Facebook ou no Instagram, que até têm uma opção de software chamado “Embelezar”.

Testei em algumas fotografias a pessoas, e realmente nota-se um “embelezamento”, no entanto, em muitas das fotografias tiradas, também se torna uma fotografia não natural. Este software será mais engraçada para uma forma de diversão, do que para tirar fotografias “a sério”.

A câmara de 8MP também não surpreende. O nível de detalhe das fotografias é boa e a fotografia é de boa qualidade, mas a luminosidade presente não se torna real na fotografia. As fotografias que tirei pareceram-me demasiados escuras. Se quiser ver as fotografias originais, veja o álbum na nossa página do Flickr.

Huawei Ascend P6 fotos

Ascend P6 fotos

O vídeo também não surpreende e tal como verificámos na fotografia, também parece ter um tom um pouco mais escuro que na realidade.

httpv://youtu.be/t-wfS4rbq2o

A visualização de vídeos e jogos é bastante boa e apesar de os resultados dos testes de desempenho não se compararem aos topos de gama, o desempenho é bastante bom e as diferenças serão muito poucas. Também a ouvir música tem uma qualidade razoável, mas destaco o design dos auriculares, que gostei bastante com a cor branco, algo que, normalmente é deixado para segundo plano por parte da Huawei, mas que, tal como o design do smartphone, está a ser muito bem trabalhado por parte da Huawei.

Veredito: Huawei Ascend P6

Huawei Ascend P6 (2)O Huawei Ascend P6 marca uma mudança na estratégia por parte da Huawei. Até agora, a Huawei focava-se no preço dos dispositivos, em ser bem mais baratos que os concorrentes. A partir de agora, certamente que começaremos a ver uma Huawei a apostar na imagem, nomeadamente no design dos smartphones.

Assim, este Huawei tem como principal ponto positivo o design com uma qualidade de construção em alumínio que lhe dá um toque luxuoso e o coloca ao nível dos topos de gama como a Apple e a HTC. Também o ecrã tem um bom desempenho, apesar de poder ser um pouco melhor no exterior.

O grande defeito o Huawei Ascend P6, e da própria Huawei, é o processador que já está ultrapassado, o que dá um desempenho abaixo do esperado. Com esta qualidade do design, gostaríamos de o comparar aos topos de gama,  mas o processador só “permite” uma comparação na gama média/alta, o que é pena. Também a câmara poderia ser melhor, já que as fotografias são um bocado escuras demais.

Pontos a Favor:

+ Design de topo

+ Qualidade de construção

+ Boa qualidade do ecrã

+ Capa de silicone incluída

Pontos Contra:

– Processador ultrapassado

– Desempenho

– Fotografias demasiado escuras

Agradeço à Huawei por ter disponibilizado o Huawei Ascend P6, que já se encontra à venda no mercado português desde o mês passado e pode encontrá-lo à venda nas principais lojas de retalho por 449,90€ nas cores branco, preto e rosa.

19 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here