Análise Honor 9: Um topo de gama a um preço de amigo

19 de Agosto de 2017
30 Partilhas 212 Visualizações
Passatempo Galaxy A7

A Honor, empresa do grupo Huawei, foi criada para o mercado Chinês. No entanto, dado o seu grande sucesso, começou a expandir-se para o mercado internacional, tendo como seu público alvo pessoas mais jovens, já que as vendas destes smartphones é feita exclusivamente online. Também o design é mais vocacionado para o público jovem, apostando em looks arrojados e paletes de cores fora do comum.

É nesta filosofia que se encaixa o Honor 9. No fundo trata-se de um Huawei P10 mas com um look mais arrojado e um preço bem mais simpático, o que o torna muito atractivo para quem procura um topo de gama a um preço.

Leia a nossa análise e fique a conhecer o novo Honor 9.

Especificações e Acessórios

  • Dimensões: 147.3 x 70.9 x 7.5 mm
  • Peso: 155 g
  • Sistema Operativo: Android 7.0 (Nougat) – EMUI 5.1
  • Ecrã: 5.15“, LTPS IPS LCD capacitivo, 16M de cores, 1080 x 1920 pixels (~428 ppi)
  • Câmara Traseira: SDupla 20MP + 12 MP, f/2.2, duplo-LED (duplo tom) flash
  • Câmara frontal: 8 MP, f/2.0
  • Processador: HiSilicon Kirin 960, Octa-core (4×2.4 GHz Cortex-A73 & 4×1.8 GHz Cortex-A53)
  • GPU: Mali-G71 MP8
  • Memória RAM: 6 GB;
  • Armazenamento interno: 128 GB;
  • SIM+MicroSD até 256GB
  • Ligações: jack 3,5 mm jack
  • Sensores: impressões digitais; sensor de brilho; sensor de luz ambiente;
  • Conetividade: Wi-Fi 802.11 a/b/g/n/ac, dual-band, DLNA, WiFi Direct, hotspot
  • GPS: A-GPS, GLONASS, BDS
  • Bluetooth 4.2;
  • USB Type C

Design e Ecrã

O novo Honor 9 conta com um design arrojado. O corpo é todo construído em metal A versão que testamos é azul escura e espelhada, o que confere um look muito moderno ao smartphone.

No entanto, mesmo apostando num look mais vanguardista, o Honor 9 apresenta-se com uma ergonomia muito bem pensada. Na parte frontal, contamos apenas com a câmara, sensor de luminosidade e sensor de impressões digitais. Do lado direito, contamos com os botões físicos (volume e power). Na parte traseira, contamos com as duas câmaras e o seu flash. Assim, a escolha de materiais e cores é vanguardista mas não sacrificam a ergonomia e a simplicidade.

Em relação aos materiais, o corpo é construído em metal e pintado de azul escuro. No entanto, apesar de ficar com um visual muito apelativo, tendo em conta que as superfícies são espelhadas, é inevitável o aparecimento de dedadas.

Em relação ao ecrã, contamos com um ecrã de 5.15″, Full HD e com tecnologia IPS. A qualidade de imagem transmitida por este ecrã é muito boa, sendo as cores muito vividas e com um contraste excelente. O mesmo comporta-se muito bem em qualquer condição de luminosidade. Mesmo com a luz solar a incidir directamente, conseguimos ver as imagens nítidas.

Desempenho

O novo Honor 9 conta com um processador HiSilicon Kirin 960, Octa-core apoiado por uma GPU Mali-G71 MP8, 6 GB de RAM e 128 GB de memória interna (versão testada). Isto traduz-se num desempenho muito fluído, mesmo em condições de utilização mais agressiva (jogos). Mesmo nestas condições, o aquecimento é pouco notório, o que é excelente. Mesmo com muitas aplicações abertas, o desempenho não é afectado muito graças aos 6 GB de RAM.

Isto traduz-se em 77945 pontos no Antutu. Um número que parece desiludir mas que em nada traduz o excelente desempenho deste smartphone.

O novo Honor 9 conta com um sensor de impressões digitais na parte frontal. Este sensor é excelente. Durante a nossa análise nunca registou um falso positivo nem tão pouco nenhuma falha ao desbloquear. Outra característica interessante deste sensor é o facto de funcionar como botão Home. Útil e intuitivo.

Câmara

Como já vem sendo habitual nos dispositivos da marca Huawei, a câmara é um dos pontos mais fortes. E este Honor 9 não é excepção As duas câmaras traseiras são excelentes e permitem a recolha de imagens com uma excelente qualidade mesmo em condições de baixa luminosidade.

Contamos com uma câmara dupla com dois sensores (um de 20MP  e outro de 12 MP,com abertura f/2.2) que nos permite obter imagens com um excelente detalhe.

O que mais gostei nas fotografias que este Honor 9 consegue tirar é o elevado contraste e definição de cores. Quase que parecem que foram editadas.

A câmara frontal (de 8 MP e abertura f/2.0) consegue reproduzir imagens muito boas. No entanto, a diferença de qualidade de imagem é abissal em comparação com a câmara traseira. A câmara não reage bem em condições de pouca luz, apresentando muito grão na imagem mas também não reage muito bem em condições com muita luz, apresentando uma imagem esbranquiçada.

Veredito: Honor 9

O Honor 9 é um excelente telefone. Tem um desempenho muito bom, um ecrã de elevada qualidade e um design apelativo e ergonómico. A câmara traseira, como já vem sendo habitual em telefones do grupo Huawei, é muito boa e sem dúvida o ponto mais forte deste smartphone.

Pontos fortes:

  • Câmara traseira
  • Desempenho
  • Design
  • Cores apelativas
  • Ecrã

Pontos fracos:

  • Câmara frontal
  • Acabamento espelhado que fica marcado com dedadas facilmente

Agradecemos à Honor por nos ter facultado este telefone para a nossa análise e já o pode adquiri na loja online, vMall, por 549€, com a oferta da Smartband Band 3 .

Abaixo fica a nossa galeria de imagens:

Artigos interessantes

Asus Zenfone 4 Max recebe o Android 8.1 Oreo
Asus
15 Visualizações
Asus
15 Visualizações

Asus Zenfone 4 Max recebe o Android 8.1 Oreo

Wagner Pedro - 18 de Outubro de 2018

Estava previsto que, em dezembro do ano passado, a Asus iria disponibilizar o Android Oreo para o Zenfone 4 Max, que…

Vivo Z3 chega ao mercado com Snapdragon 710 e tecnologia Dual Turbo
Diversos
17 Visualizações
Diversos
17 Visualizações

Vivo Z3 chega ao mercado com Snapdragon 710 e tecnologia Dual Turbo

Wagner Pedro - 18 de Outubro de 2018

Na semana passada, a Vivo anunciou o Vivo Z3i na China. Agora, a fabricante chinesa veio a público para oficializar…

Grupos de accionistas do Facebook querem expulsar Mark Zuckerberg
Redes Sociais
27 Visualizações
Redes Sociais
27 Visualizações

Grupos de accionistas do Facebook querem expulsar Mark Zuckerberg

José Candeias - 18 de Outubro de 2018

Vários fundos públicos que contam com acções no Facebook tomaram uma posição pública bastante polémica. Estes grupos apresentaram uma proposta…

Comente

O seu email não será publico

Partilhe nas Redes Sociais

Se gosta do artigo, partilhe com os seus amigos