Análise Galaxy S5: Desportista por natureza

Galaxy S5 (6)

Esperávamos uma revolução com o lançamento do novo Galaxy. Há muito que a Samsung havia prometido um telefone de topo para a sucessão do S4. Será que foi conseguido?

Num primeiro contacto com o Samsung Galaxy S5 ficámos indecisos. Se a inovação tecnológica está bem patente, com um processador super rápido, Ram em quantidades generosas e tantos outros extras que fazem deste telefone parecer o “canivete suíço”  do mundo digital, por outro lado estas primeiras impressões começam a ficar comprometidas quando o telefone mostra o famoso “Lag” que caracterizava o S4 e até o S3. Leiam a nossa análise para mais sobre o S5.

Índice
Características e acessórios
Design e Ecrã
Desempenho
Veredito: Galaxy S5

Características e acessórios

Com um ecrã ligeiramente maior que o do Galaxy S4, a qualidade deste Super Amoled continua a ser soberba. Com uma resolução Full HD e com uma densidade de pixeis de 432 pontos em cada polegada todos os pormenores s\ao reproduzidos de maneira fiel.

Ficámos espantados logo ao anuncio deste topo de gama com a memória RAM. Pensámos que iria ter 3Gb para fazer face à concorrência e para ser um terminal competitivo no futuro. Confirmaram-se todos os rumores mesmo antes do lançamento. Apenas 2Gb, que por enquanto são suficientes mas que à medida que as apps vão ficando mais complexas, pode vir a tornar-se pouco.

Um dos argumentos de peso neste Galaxy é a bateria e a gestão que o sistema faz da mesma. Consegue ter cerca do dobro da capacidade quer em conversação quer em Stand-by, que o topo de gama da Apple, facto esse que deu origem a muitos vídeos alusivos à diferença na autonomia dos dois terminais.

Em termos e acessórios, temos o que já estamos habituados. Carregador de viagem, cabo usb e os já famosos auscultadores com comando integrado.

Segue um quadro com mais características do Galaxy S5:

 

Specs_Galaxy S5

 

Design e Ecrã

Galaxy S5 (12)Em termos de design, houve uma melhoria significativa em relação aos seus antecessores porém a qualidade do material utilizado ainda está longe da que seria de esperar para um equipamento desta gama.

O ecrã, à semelhança do S4 é soberbo. Apesar de ser ligeiramente maior, a qualidade da resolução Full HD mantém-se e a tecnologia Super AMOLED continua a dar cartas. As cores, contraste e definição, estão patentes quer em ambientes escuros quer em luz solar directa.

Galaxy S5 (13)Se pensar que este é o tamanho ideal de ecrã para si, saiba que em termos de ergonomia, o S5 está aos nível dos melhores. Conseguimos efectuar a maior parte das funções apenas com uma mão. A localização dos botões está bastante semelhante a toda a gama Galaxy e o novo sensor de batimentos cardíacos está estrategicamente colocado na parte posterior junto ao Flash.

Desempenho

Galaxy S5 (16)Em termos de desempenho o Galaxy S5 cumpre o que se espera de um telefone topo de gama. Ganhando alguns testes ao LG G3, outros ao iPhone 5S e ficando bem distanciado do Galaxy S4, foi uma aposta ganha o novo processador.

Estranho é o facto de, apesar do processador de topo e de memória Ram em quantidades generosas, os pequenos bloqueios ou soluços como muitos lhe chamam, continuam lá. Será que a Samsung, ao carregar demasiado o seu Android com apps personalizadas, está a prejudicar o desempenho do S5? Pensamos que sim. Já nas duas gerações anteriores tínhamos essa opinião. Um desempenho comprometido, justificado com um Android personalizado.

Galaxy S5 (14)Um dos grandes melhoramentos que se verificou neste novo terminal da Samsung foi a câmara. Contando agora com 16Mpx, supera a já excelente câmara do S4. A novidade maior é a possibilidade de desfocar o fundo, dando um ar mais profissional às fotos tiradas. Não podemos dizer que funciona na perfeição mas quando acertamos com o mecanismo, temos realmente fotos com uma qualidade superior. À semelhança do LG G3 podemos agora tirar fotos tocando em qualquer parte do ecrã. Pode parecer insignificante mas para um telefone destas dimensões, justifica-se e melhora em muito a ergonomia de utilização.

Galaxy S5 (18)Em termos de rede 4G, o Galaxy S5 foi pensado para funcionar em praticamente todo o mundo. As 7 versões comercializadas, asseguram uma compatibilidade quase global das normas LTE, tendo a versão SM-G900T cobertura para as 8 bandas desta tecnologia.

O novo sensor de batimentos cardíacos foi a  grande novidade. Apesar de falhar bastantes vezes sendo necessário repetir a leitura duas e três vezes, não deixa de ser uma lufada de ar fresco e mais uma tecnologia incorporada neste terminal. Já o havíamos dito, tecnologias como o infra-vermelhos, apesar de raramente utilizado, quando menos esperamos iremos precisar dele. Todas as tecnologias são sempre bem vindas.

Nos jogos que testamos não temos rigorosamente nada a apontar. Desde o Real Racing 3, passando pelo GT Racing 2 ou até o Angry Birds, todos eles estão nos limites que os programadores idealizaram. Não houve nenhum jogo que requisitasse mais potência do que a que este Galaxy pode oferecer.

Galaxy S5 (4)Uma das grandes novidades foi a incorporação de um sensor de impressões digitais. Podíamos dizer maravilhas sobre a tecnologia e as várias utilizações que se podem dar à mesma mas.. Não funciona tão bem como esperávamos. O iPhone 5S continua a dominar neste campo. Em qualquer ângulo de qualquer intensidade de toque, funciona 99% das vezes. No caso do S5, é necessário passar perpendicular ao leitor, numa única posição e com uma velocidade constante. Caso não siga estas indicações, irá acabar como nós, a desactivar o leitor por tantas vezes falhadas que, o dispositivo fica bloqueado 30s. Um aspecto concerteza a ser melhorado num futuro sucessor.

Alguns dos testes mais utilizados no mundo dos telefones de topo, dizem-nos algo sobre o desempenho do Galaxy S5. Segue o gráfico do 3D Mark:

3Dmark_S5

Em relacao ao GFX foi surpreendente a diferença para o S4 em termos de resulado, sendo muitas vezes mais do dobro. Surpreendeu tambem o facto de o S5 ter perdido em todos os testes para o iPhone 5S. Segue o gráfico:

GFX_S5

De um modo geral o S5 demonstra um desempenho consistente mas como o gráfico atrás demonstra, esperamos sempre mais de um SnapDragon 801. Apesar do processador da Apple ser de 64bit, as apps ainda estão optimizadas para 32bit logo não deveria haver tamanha diferença nos resultados.

Seguem os screenshots dos testes que efectuamos:

Seguem algumas fotos do Galaxy S5:

Segue um pequeno video dos testes que efectuamos:

httpv://youtu.be/uNjGZYclklA

Veredito: Galaxy S5

De um modo geral gostámos bastante do novo Galaxy da Samsung. A grande mais valia de ser resistente à água e ao pó tonam este dispositivo ainda mais apetecível. Já se justificava uma edição com um material de melhor qualidade porém para ter estes últimos atributos não sabemos ate que ponto será possível. Não se compreende com um processador e Ram acima da média ainda temos alguns congelamentos na transição de ecrãs e algumas paragens em algumas aplicações. A inovação esta presente no sensor de batimentos cardíacos e o ecrã continua, à semelhança do S4, espectacular. Mas hoje em dia vivemos num mundo em que os telefones são produzidos para serem Super-telefones. E o S5 nao o é. O HTC M8 ou o iPhone 5S conseguem ter um desempenho mais consistente e com um look mais elitista. Esperamos que a resposta ao próximo iPhone 6 seja um Galaxy de outro mundo.

Pontos a favor:

  • Resistente à água e ao pó.
  • Maior autonomia com o Super Saving.
  • Extras: Infra-vermelhos, Sensor de BC, etc.

Pontos contra:

  • Continua a saga do “plástico”
  • Algum “Lag” nas transições e ao iniciar algumas apps.

Aproveitamos para agradecer à Samsung a cedência desta unidade para efeitos de teste. Relembramos que o Galaxy S5 encontra-se à venda no mercado Português, na sua versão livre, por 749.90€  ou bloqueado desde 529.00€.

Segue a habitual galeria de fotos:

 

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here