Análise do Xiaomi Mi Band 6: uma das melhores smartbands do mercado

A pulseira de atividade Mi Band 6 da Xiaomi é a última atualização da linha de rastreadores de atividade física com um preço acessível. A Mi Band tem dominado o espaço de rastreadores baratos, mas com a Amazfit, Samsung, Huawei e até Fitbit diminuindo também o preço das suas pulseiras de fitness, a Xiaomi tem que trabalhar mais para ficar na frente do grupo. Dito isto, o preço da Mi Band 6 começou nos 50€, mas entretanto já tem um preço mais baixo.

O Mi Band 6 tem como objetivo liderar o mercado destes dispositivos, oferecendo um ecrã maior e com uma resolução mais alta, reforçando os modos de treino e com um melhoramento no movimento da medição de oxigénio no sangue.

Design e ecrã

A pulseira Mi Band 6 parece idêntica à Mi Band 5. Tem o mesmo visor de borda curva, o mesmo estilo de banda e espessura e em termos de peso tem a mesma sensação também.

Deu um pequeno salto de um case de 46 mm para 47 mm, e é um pouco mais grosso que o seu predecessor com 12,7 mm (anteriormente 12,45 mm).  No entanto, a diferença é impercetível durante a utilização.

O que mudou foi o ecrã, mas, novamente, não é assim tão percetível instantaneamente. A Xiaomi maximizou o visor indo direto para a borda do case, e é 50% maior que o Mi Band 5. Trata-se de um ecrã AMOLED de 1,56 polegadas, com resolução de 152 x 486 que atinge 450 nits. A diferença no mundo real é que as cores parecem mais vigorosas e nítidas.

Ainda temos uma moldura preta aqui, mas é mais uniformemente distribuída pelo visor para oferecer um ecrã mais longo que consegue reunir mais informações num único ecrã. Agora é possível ver dois ícones de aplicações num visor ao invés de um e pode mostrar detalhes meteorológicos mais pormenorizados.

A construção ainda é um módulo de plástico que fica dentro de uma faixa de borracha, com um carregamento através de pinos proprietários, sendo que o design não é excelente, mas decente para o que se quer e o seu preço, sendo a pulseira de borracha e à prova de suor.

Rastreamento da atividade física

O rastreamento da atividade física é bastante vulgar nesta pulseira da Xiaomi, existem muitos concorrentes que oferecem bons recursos de atividade pelo mesmo preço.

A maneira como ela rastreia a atividade física e investiga o monitoramento do bem-estar do utilizador não mudou drasticamente. Para a monitorização de atividades diárias, o Mi Band 6 usa o acelerómetro integrado para rastrear os passos diários, a distância percorrida e as calorias queimadas. Ainda não há altímetro para medir a elevação ou os andares subidos.

A Mi Band 6 também rastreará quantas vezes o utilizador ativou os alertas de inatividade e essas informações, juntamente com os totais das etapas de 7 dias, podem ser visualizadas no Band. Na aplicação Mi Fit, temos uma análise de como essas etapas foram geradas, o que é algo muito bom.

Para mudar a ênfase das etapas e colocá-la na boa saúde do coração, a Xiaomi mais uma vez inclui o PAI. Esta é uma pontuação única, baseada no tempo gasto em zonas de frequência cardíaca elevada nos últimos sete dias. Se você fizer uma caminhada vigorosa, se exercitar ou correr, ganhará mais pontos. Precisa de ter a certeza de que tem 100 PAI para garantir que atendeu às diretrizes da OMS de tempo ativo.

O conceito é excelente, embora, como dissemos anteriormente, é necessário que a Xiaomi faça um trabalho melhor para torná-lo motivacional. No momento, poderia ser uma ótima maneira de mantê-lo motivado para se mover mais e aumentar a frequência cardíaca regularmente.

Análise da qualidade do sono

Quando chega a hora de dormir, esta pulseira rastreará automaticamente o tempo de sono e é necessário que o utilizador utilize a aplicação para ver as suas estatísticas. Atualmente não há uma maneira de ver essas estatísticas de sono na própria pulseira.

Na aplicação temos o registo da duração do sono, estágios do sono, incluindo o sono REM, e até das sestas.

Há uma análise da qualidade do sono para que o utilizador saiba se adormeceu na hora certa ou se dormiu o suficiente. Também existe uma pontuação do sono, que dá para comparar com outros utilizadores e ver a regularidade do seu sono nos últimos 7 dias.

Stress e meditação

Há um recurso para meditação e outros de monitoramento de integridade que são importantes aqui. Há acompanhamento da saúde feminina, alguns exercícios respiratórios e acompanhamento do stress. Quanto a este último ponto, temos medições de variabilidade da frequência cardíaca para gerar esses dados de stress.

Podemos realizar medições no local ou monitorar continuamente o stress. Ambas as medidas são armazenadas na aplicação Mi Fit, onde um sistema codificado por cores é usado para identificar momentos de stress e relaxamento.

Bateria

A Mi Band 6 vem com a mesma bateria de 125mAh que a Mi Band 5, que a Xiaomi diz ser capaz de fornecer 14 dias de vida útil da bateria. É muito parecido com o seu predecessor, porém, isso depende inteiramente de quais as configurações e os recursos que você utiliza regularmente.

Portanto, ter o ecrã bonito e brilhante, ativar o monitoramento contínuo da frequência cardíaca e os recursos avançados de rastreamento do sono, além de monitorar o exercício regularmente, prejudicará o desempenho da bateria, no entanto, devido à tipologia do produto, continuará a ter uma duração de bateria de, no mínimo uma semana, o que é melhor do que a maioria dos smartwatchs.

Veredito: Xiaomi Mi Band 6

A pulseira de atividade Mi Band 6 tem um ecrã maior e de melhor qualidade, mas fora isso, parece muito familiar. É um rastreador de fitness sólido que oferece alguns bons recursos iguais ao de um smartwatch.

A Xiaomi não se preocupou em fazer um grande upgrade em relação ao Mi Band 5, o que a pode prejudicar por causa da concorrência que tem evoluído, no entanto há um aspeto que se destaca: o aumento do ecrã. Este aumento permite oferecer mais informações no ecrã, o que é muito bom, nomeadamente se não quer estar sempre a verificar o seu smartphone e a app Mi Fit.

A Xiaomi Mi Band 6 está à venda nas lojas da Xiaomi e na Mi Store por 44,99€, o que já é um bom preço. No entanto, se quiser aproveitar oportunidades e comprar mais barato de uma loja de confiança, a Amazon tem disponível por pouco mais de 40€ a partir da loja oficial da Xiaomi, portanto uma poupança bem interessante, ou até mais barato.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here