Análise Canon Powershot PX: Review

O mundo fotográfico tem muitas opções, mas com a melhoria substancial das câmaras para smartphones, verificamos uma clara quebra neste segmento. Não só de mercado, mas de produtos novos. Por isso, há que enaltecer que este novo produto anunciado pela Canon é, sem dúvida, diferente.

A Canon Powershot PX é um produto pretende, realmente, ser diferente no mercado. Quer não só ter a possibilidade de ser uma câmara de vigilância para casa, como uma câmara para fotografar eventos sociais, mas com que se distinga numa área, a inteligência Artificial e, sem dúvida, que impressiona. Mas o seu preço torna-a (quase) proibitiva.

O facto de esta ser mais uma câmara para a sua casa não é por si um facto diferente do que já é habitual, hoje em dia temos câmaras em todo o lado, até já nas televisões e muitas pessoas já utilizam pequenas câmaras de vigiância, seja para controlar quem entra em casa ou para animais domésticos. No entanto, apesar de fazer isso tudo, esta alia a inteligência artificial para tirar fotografias sozinha. Estranho?

Como funciona?

O objetivo da Canon Powershot PX é simples: usa a inteligência artificial para ir tirando fotos durante a sua utilização, sendo que podemos definir algumas coisas que ela deve fazer, como a quantidade de fotografias que pode tirar. Mas isto lembra-nos que a câmara não é apenas para nosso controlo.

Como ela tem inteligência artificiial, a Powershot PX “trabalha sozinha”. Isso mesmo, ela vai captando fotos durante o dia através do seu sensor de 11,7MP, vídeo Full HD de 60p e zoom 19-57 mm. E sim, com a inteligência artificial, a câmara dispõe de reconhecimento facial, o que permite, por exemplo, tirar fotos quando determinadas pessoas estiverem no mesmo plano, por exemplo.

É verdade que o que mais impressiona nesta tecnologia é a forma automática em que ela funciona, mas não é obrigatório. A câmara também tem um modo “normal”, em que pode ser controlado pelo utilizador através de uma aplicação móvel, a MONIPTZ, que está disponível na App Store e Play Store.

Há ainda que referir que é possível dar comandos por voz, como, por exemplo, pedir para a câmara tirar uma fotografia.

A câmara já conta com Wifi e Bluetooth, o que permite boas ligações para, por exemplo, poder controlar o seu animal doméstico quando tiver fora de casa pois poderá personalizar para que este o “persiga” enquanto está fora.

Uma das forma que a Canon promove este produto é para eventos sociais. Imagine uma festa de anos em que não se quer preocupar em tirar fotos ao seu filho e às inúmeras brincadeiras que ele fará nesse dia, já para não falar de que tem de preparar os comer, organizar as coisas, entre outras.

Pode programar para que a câmara o faça por si, e vá captando fotografias durante toda a festa do seu filho, para que no final possa rever o que perdeu da festa. Como há inteligência artificial, no final, além da escolha manual, a câmara também recomenda algumas fotografias.

Então e qual é o senão?

É verdade que tem muitas coisas boas e interessantes, sendo o grande foco desta câmara a introdução da própria pessoa que normalmente fotografa. Voltando ao exemplo, quando realiza uma festa de anos, é muito comum o fotografo raramente aparece, o que acaba por ser sempre a mãe ou o pai da criança e, com esta câmara, o objetivo é que todos apareçam nas fotos.

No entanto, e é verdade que em termos tecnológicos e de desenvolvimento é um produto diferenciador e inovador, o preço também acompanha o produto.

É que uma câmara destas custas 470€ é um valor demasiado alto e, no final, poucas serão as pessoas que acharão que este excelente produto justifica o preço elevado que tem.

Veredito: Canon Powershot PX

A Canon Powershot PX não vai ser um sucesso de vendas. Não é por o produto não ser uma excelente ideia, um produto inovador e distinto da concorrência. A culpa deverá ser totalmente do seu preço, que o tornam proibitivo para grande parte das carteiras e mesmo quem não se importo, vai ter dificuldade em perceber a importância deste produto e quais as mais valias.

Mas uma coisa é certa, a ideia está lá e é uma aposta ganha por parte da Canon. Se esquecermos o preço, a Canon Powershot PX é uma câmara que vem realmente oferecer algo inovador ao mercado, algo diferente e que, em determinadas situações, até faz falta.

Veremos o que os sucessores deste equipamento irão trazer ao mercado, mas se o preço baixar, sem dúvida que vai ser um produto que iremos ver mais vezes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui