Análise ao Onikuma K5: Headset para gaming a baixo custo

27 de Novembro de 2018
2 Partilhas 562 Visualizações

O mundo do gaming sempre nos habituou a equipamentos topo de gama, alimentados por jogadores generosos no que diz respeito a gastar dinheiro, o que contribui para os preços preços elevados dos equipamentos.

Contrariando a norma, a marca Chinesa Onikuma lançou um headset de baixo custo mas com características muito interessantes: os Onikuma K5. Leia a nossa análise e fiquem a conhecer este headset.

Especificações

Os novos Onikuma K5 apresentam as seguintes características:

  • Diâmetro do driver : 50mm
  • Impedância: 32Ω
  • Sensibilidade : 108±3dB
  • Frequência : 20Hz – 20KHz
  • Diâmetro do microfone : 6.0 * 5.0mm
  • Sensibilidade do microfone : -38±3dB
  • Impedância do microfone: 2.2K G
  • Comprimento do cabo : 2.1M±0.15
  • Interface do headset: USB±3.5mm

Design e Performance

Os Onikuma K5 têm um design arrojado. A sua construção é bastante robusta já que, e apesar de construído maioritariamente em plástico, o mesmo é bastante rígido.

Apesar de algo pesados, são bastante confortáveis, quer nas orelhas que, graças ao grande tamanho, cobre completamente a orelha, quer graças à parte almofadada que assenta na cabeça.

O ajuste à cabeça é bastante adequado já que , mesmo com movimentos da cabeça, o headset não sai do sitio.

Os Onikuma K5 vêm com um adaptador duplo, para microfone e jack 3.5mm bem como uma entrada USB. A entrada USB serve apenas para alimentar os LEDs presentes na lateral do headset bem como o LED presente no microfone, sendo que, para som, terá sempre de ser usado o jack 3.5 mm.

Uma excelente adição é o “mini” comando que vem incorporado no cabo, que tem um botão para ligar o microfone e um botão rolante para controlo de volume, o que lhe dá uma sensação mais analógica.

Em relação à performance, os Onikuma K5 lidam muito bem com os graves, sendo que os meios tons têm uma performance mediana. Se isto pouco tem impacto quando utilizados a jogar – tiros ou explosões têm um som quase perfeito, o mesmo não se pode dizer em relação à reprodução de música, em especial estilos que utilizem poucos graves (por exemplo, pop). Se utilizados para jogar são sem dúvida uma excelente opção. No entanto, se procuram um hedset multitasking, o ideal seria investir mais um pouco.

Apesar de funcionarem na perfeição em PC e consolas, não consegui utilizar este headset para ouvir música no telemóvel, o que me deixou um pouco desiludido.

O facto de os speakers terem um diâmetro tão elevada têm duas vantagens: a primeira, já referida atrás, é o conforto e, a segunda, é o facto de terem uma função de cancelamento de ruído exterior – Com este headset posto, mesmo com o volume baixo, pouco ou nada se ouve do exterior.

O microfone presente nestes Onikuma K5 é bastante preciso para a gama de preços em que se insere. A função de cancelamento de ruído funciona muito bem sendo que o som transmitido é muito bom.

Veredito: Onikuma K5

Para a gama de preços em que se situa, os Onikuma K5 surpreendem. São confortáveis, o som é bastante bom e o desempenho do microfone surpreende.

No entanto, perdem alguma qualidade na reprodução de tons intermédios, o que pode ser um desastre para quem procura um headset  para múltiplas funções.

Pontos positivos:

  • Ergonomia e conforto;
  • Reprodução de graves;
  • Desempenho do microfone;
  • Cancelamento de ruído exterior.
  • Controlo de som com feeling analógico.

Pontos negativos:

  • Reprodução de meios tons;
  • Não funcionam quando ligados ao telemóvel.

Desde já agradecemos à Onikuma por nos ter disponibilizado uma unidade para teste. Abaixo segue a nossa galeria de imagens:

Artigos interessantes

A nova funcionalidade do Google Maps
Google
27 Visualizações
Google
27 Visualizações

A nova funcionalidade do Google Maps

Sandra Pacheco - 25 de Março de 2019

Esta nova funcionalidade irá destacar ainda mais o Google Maps dos concorrentes diretos. Falamos da “partilha de eventos”. Esta nova…

Huawei Mate 30: Kirin 985 deverá ser produzido em 7nm
Hardware
30 Visualizações
Hardware
30 Visualizações

Huawei Mate 30: Kirin 985 deverá ser produzido em 7nm

Bruno Peralta - 25 de Março de 2019

O próximo processador topo de gama da Huawei que deverá ter o nome de Kirin 985 pode se tornar o…

Xiaomi Mi A3 terá câmara frontal de 32MP e sensor de impressões digitais no ecrã
Telemóveis
9 Partilhas36 Visualizações
Telemóveis
9 Partilhas36 Visualizações

Xiaomi Mi A3 terá câmara frontal de 32MP e sensor de impressões digitais no ecrã

Bruno Peralta - 24 de Março de 2019

A Xiaomi é uma das principais fabricantes de equipamentos eletrónicos do momento, sendo que tem uma gama variada de produtos…

Comente

O seu email não será publico