Análise ao iPhone 6 Plus: Grande em tudo

iPhone 6 Plus (1)

Já começa a ser típico por parte da Apple o lançamento de dois iPhones, no entanto a Apple lançou-se num novo mercado, os phablets. Será o iPhone 6 Plus um novo sucesso?

Índice:
Características e Acessórios
Design e Ecrã
Desempenho e Multimédia
Câmara
Veredito: iPhone 6 Plus

Rumores de que a Apple poderia lançar um phablet já não são de agora, pois desde que se começou a perceber que o Galaxy Note foi uma aposta ganha por parte da Samsung, que se ouvem rumores sobre um aumento considerável do tamanho do iPhone. Foi preciso esperar quatro anos desde a chegada do phablet original para que conheçamos a aposta da fabricante de Cupertino.

O iPhone 6 Plus ganha vida e após termos feito uma análise ao iPhone 6 e o ter considerado finalmente o iPhone ideal, a Apple quis ir mais longe e lançar um smartphone ainda maior, com um ecrã de 5,5 polegadas. É verdade que o mercado tem pedido ecrãs maiores, mas não será este um pouco grande demais? Leia a nossa análise completa ao iPhone 6 Plus.

Características e Acessórios

  • iPhone 6 Plus (13)Dimensões: 158.1 x 77.8 x 7.1 mm
  • Peso: 172 g
  • Sistema Operativo: iOS 8
  • Ecrã: IPS de 5,5″
  • Resolução: 1080 x 1920 p/401 ppi
  • Câmara traseira de 8MP com OIS e frontal de 1,2MP
  • Processador: Apple A8 com coprocessador M8
  • GPU: PowerVR GX6450
  • Memória Ram: 1 GB
  • Memória interna: 16/64/128GB , sem MicroSD
  • Bateria: 2915 mAh
  • Wi-Fi 802.11 a/b/g/n/ac, dual-band, Wi-Fi hotspot
  • GPS com A-GPS e GLONASS
  • Bluetooth 4.0
  • NFC exclusivo para o Apple Pay
  • Nano-SIM
  • 4G
  • Jack de Áudio Normalizado de 3.5 mm

Numa comparação direta com o iPhone 6 há três diferenças para melhor. Primeiro, o ecrã, além de ser maior também tem uma resolução Full HD, o que eu considero o mínimo para os topos de gama e uma das falhas do iPhone 6 “normal”. Também a câmara tem o estabilizador de imagem e, por último, uma bateria enorme de 2915 mAh.

Basicamente, o iPhone 6 Plus tem todas as características que queremos num topo de gama. Também o NFC é exclusivo para o Apple Pay.

Os acessórios são mais que conhecidos: um carregador de parede, cabo usb-Lightning e uns auriculares EarPods da Apple.

Design e Ecrã

Na análise do iPhone 6 já falámos de praticamente tudo sobre o novo design da Apple, portanto vou-me focar apenas nos pontos que diferem entre o iPhone 6 e o iPhone 6 Plus, já que o design já sabemos que é bom.

iPhone 6 Plus (22)

O que certamente muitos devem estar a perguntar é a ergonomia. Um iPhone tão grande será fácil de utilizar? Ora, tal como acontece com os phablets, se pensa em utilizar apenas com uma mão, esqueça. Por um lado, conseguirá segurá-lo sem qualquer problema, no entanto o seu tamanho é tão grande que terá mesmo de segurar com uma mão e utilizar a outra mão para o dispositivo.

O iPhone 6 Plus é grande demais para o conseguir utilizar apenas com uma mão e devo dizer que fiquei muito desiludido com a opção de “uma mão” que a Apple forneceu neste dispositivo, chamada Reachability.

Tocando (não carregando) duas vezes no TouchID, oferece o Reachability, no entanto a sua utilização é muito má e só dá mesmo para puxar os ícons de cima para baixo, não permitindo, por exemplo, que ao estarmos no ambiente de trabalho possamos deslizar para uma aplicação que ficou mais em baixo, obrigando-nos a anular esta opção para podermos escolher um ícone em baixo.

iPhone 6 Plus (9)Quanto à câmara continua saliente, mas provavelmente devido ao aumento da espessura do iPhone 6 Plus (em 3mm) esta saliência é bem menor, mas continua lá e continua a ser indesejável. Portanto, mesmo neste, a saliência da câmara é um ponto negativo.

Mas se o ecrã já era bom no iPhone 6, neste é fantástico. Uma das críticas que fiz ao iPhone 6 era a resolução que já merecia um Full HD, situação que verificamos no iPhone 6 Plus, a resolução é Full HD e a densidade por pixel também aumenta para os 401ppi. Mas temos de ser verdadeiros, apesar da resolução ser francamente melhor, a diferença passa ao lado da maioria das pessoas, isto porque a maioria das aplicações ainda não foi atualizada para tirar partido desta nova resolução da Apple. Mas tem de ser considerado um ponto positivo, já que o Full HD é a resolução mínima para um topo de gama e já encontramos vários smartphones por menos de 300€ com resolução de 1080p.

Com o aumento de ecrã, a Apple também disponibilizou funcionalidades mais parecidas com o tablet, como o modo Landscape, que permite colocar o dispositivo na horizontal. Além disso, há mais espaço para aplicações e até o teclado é personalizado para quando colocamos o iPhone dessa forma, oferecendo mais opções que devo dizer que são muito interessantes e importantes quando precisamos de escrever um email. Gostei bastante desta opção nova.

iPhone 6 Plus Interface (6)

Desempenho e Multimédia

Como seria de esperar, o iPhone 6 Plus tem um desempenho muito similar ao iPhone 6, até porque têm o mesmo CPU e GPU. Assim, o iPhone 6 Plus mantêm o excelente desempenho que verificamos com o iPhone 6, com a vertente de ser ainda melhor em multimédia.

iPhone 6iPhone 6 Plus
Antutu4853049308
BaseMark X3130733083
BaseMark OS II12221221
Sunspider344,2 ms389,3 ms
GFXBench1729317910

Podemos verificar que os resultados são muito idênticos, como seria de esperar.

Em termos de multimédia não poderíamos esperar outra coisa do que o excelente desempenho. Então agora que podemos tirar partido da resolução Full HD, ver vídeos nessa resolução é excelente. Um pormenor que reparei é que o 6 Plus consegue oferecer um som mais alto do que o iPhone 6, o que também ajuda na visualização de multimédia ou jogos.

iPhone 6 Plus Interface (2)

Mas há um pormenor que bate o iPhone 6 e a maioria dos smartphones topos de gama. Sem grande dificuldade e apesar de ter um ecrã que necessita de mais bateria, a bateria do iPhone 6 Plus é bem superior ao iPhone 6 normal e dura muito mais. Consegui três dias de utilização, isto numa utilização normal, o que normalmente só consigo dois dias. Um ponto muito positivo neste novo iPhone, já que todos os utilizadores já estão com saudades dos velhinhos telemóveis que duravam vários dias com a mesma bateria.

Câmara

iPhone 6 Plus (18)A câmara é, sem dúvida, uma das melhores que podemos encontrar para smartphone. É complicado esta a dizer qual a melhor entre os topos de gama, mas se gostei imenso da rapidez de focagem do LG G3, o iPhone 6 não fica nada atrás e com o estabilizador de imagem (OIS) do iPhone 6 Plus, devo dizer que não conseguimos ter um dos melhores, se não o melhor, desempenho de captação de fotografia num smartphone.

Se havia dúvidas que o smartphone consegue ser melhor que câmaras compactas, tem de experimentar este iPhone 6 Plus. Além do OIS, a lente é igual ao iPhone 6 e, tal como indicámos na análise ao outro modelo, fotos durante o dia, interiores, fotos com pouca luminosidade, paisagens, todas as fotos são feita com grande desempenho. Fique com algumas imagens e publicamos no nosso Flickr as imagens originais.

iPhone 6 Plus fotos (5)

iPhone 6 Plus fotos (1)

Em termos de vídeo também há novidades. Não só o OIS consegue melhorar a captação de vídeos, mas também é possível levar a captação de vídeos em slow-motion a um novo nível, Full HD a 240fps, o que é realmente lento. Se gosta de vídeo em slow-motion, aqui está a excelente escolha para si.

Veredito: iPhone 6 Plus

Se o iPhone 6 é o ideal para mim, o iPhone 6 Plus considero-o grande demais. É o estilo phablet que tantos utilizadores têm aderido, mas que acho que ultrapassa o tamanho limite para um smartphone e poder continuar a utilizá-lo com uma só mão para a maioria das funcionalidades. O iPhone 6 Plus não me permite utilizar com uma mão e as opções de software para isso são horríveis (Reachability). A saliência da câmara continua a levar-me a pensar que alguém da Apple falhou redondamente.

iPhone 6 Plus (12)

Mas os pontos positivos são excelentes. Apesar do tamanho grande, o novo design da Apple é de meter inveja aos outros fabricantes (sem ser ao HTC One M8), além disso coloca várias especificações que têm de estar presentes num topo de gama a este preço, mas que faltam no iPhone 6, como o OIS na câmara e um ecrã Full HD. Além disso, a bateria foi uma grande surpresa, não é fácil encontrar smartphones que durem três dias no mercado.

Outro ponto que pode não ser considerado negativo para alguns, mas é certamente limitativo é o preço, que no iPhone 6 Plus começa nos 799€. 800€ por um smartphone? Demasiado não? Então a versão do 6 Plus com 128gb custa 999€. Também é verdade que o iPhone 6 Plus oferece um novo nível de oferta e o preço é o mesmo do Galaxy Note 4.

Pontos a Favor:

  • Design
  • Ecrã excelente em Full HD
  • Câmara com OIS
  • Bateria

Pontos Contra:

  • Demasiado grande
  • Saliência da câmara
  • Preço
  • Reachability (modo uma mão) é horrivel

Desde já agradecemos à Vodafone por nos ter disponibilizado o iPhone 6 Plus para esta análise completa. Pode comprar o iPhone 6 Plus por 779€ no site da Vodafone e, enquanto nas restantes operadoras e lojas de retalho o preço começa nos 789€. Fique com a nossa galeria de imagens.

7 COMENTÁRIOS

  1. meu sonho de consumo é ter um iphone,mas por conta do preço abusivo ainda não tive coragem de comprar, espero que um dia esses equipamentos possam ser fabricados aqui no Brasil e serem vendidos a preços mais populares.

  2. Em 2014 comprei um iphone 6 nos E.U.A e paguei 900 doletas 126GB , fudido… 1 dollar valia 2,50 ou seja, paguei 2100 reais. Sendo que aqui ele vale quase 4 Mil… Complicado isso. Acho que o melhor jeito é encomendar um pq é muito dinheiro para dar em um celular.

    Abçs

  3. Eu amo o Iphone, é meu 2o. aparelho já! 🙂

    Pena que tudo no Brasil é tão caro, não dá para trocar esse aparelho sempre para ficar com o mais moderno, infelizmente…!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here