Análise ao iPad mini: iPad menos potente mas mais portátil

iPad mini (18)A mais recente análise realizada pelo maistecnologia.com é um dos mais recentes dispositivos apresentados pela Apple, o iPad mini, uma versão do iPad com um ecrã de 7,9 polegadas. Qual a vantagem? Portabilidade.

Índice:
Características e Acessórios
Design e Funcionalidade
Interface e Desempenho
Câmara e Multimédia
Veredito: iPad mini

O iPad já vai na sua 4ª geração, apesar de a diferença entre a 3ª geração e a 4ª geração serem mínimas, todas elas com ecrãs de 9,7 polegadas e, sem dúvida, um dos maiores sucessos da Apple nos últimos anos. A Apple pegou num conceito já inventado, os tablets foram inventados muitos anos antes, mas inovou e alterou o conceito ao estilo Apple, o que criou mais uma aposta de sucesso por parte da Apple da maça.

Em resposta aos tablets de 7 polegadas e de baixo custo, Tim Cook, o novo CEO da Apple e que veio substituir Steve Jobs, um dos fundadores da Apple e que sempre se opôs a tablets com ecrãs mais reduzidos, decidiu recriar uma marca de sucesso, o iPad, e alterar o ecrã para concorrer com os tablets low cost e com um preço mais em conta. Manteve a qualidade do iPad? É o que vamos ver nesta análise.

A versão gentilmente emprestada pela Vodafone é o iPad mini com 3G e 16GB de armazenamento.

Características e Acessórios

iPad mini (16)o Dimensões: 200 x 134.7 x 7.2 mm
o Peso: 312 g
o Sistema Operativo: iOS 6
o Memória: 16GB/32/64 de memória interna (Sem MicroSD)
o Dimensão do ecrã: 7.9”
o Resolução: 768 x 1024 pixels, 161 ppi
o Câmara Traseira e Frontal: 5MP e 1.2MP
o Processador Apple A5 Dual-core 1 GHz Cortex-A9
o GPU: PowerVR SGX543MP2
o RAM: 512GB

Apear de ser uma novidade e, principalmente, à sua portabilidade, que ganha em vantagem ao iPad “normal”, as especificações do iPad mini são muito inferiores ao seu irmão mais velho. Logo no ecrã, vemos uma resolução sem ser retina, o que já não estamos habituados, pois também no iPhone 5 já temos retina. Mas, também, no processador vemos diferenças, para pior, um processador já ultrapassado, o Apple A5 e 512MB RAM. Eu compreendo que para ser mais pequeno tenhamos de sofrer as consequências, no entanto quereríamos mais num iPad.

Tal como tem acontecido com os anteriores tablets da Apple, a fabricante não oferece qualquer acessório adicional, ao abrir a caixa do iPad mini só tem o carregador e o cabo de ligação USB/Lightning.

Design e funcionalidade

iPad mini (3)Se as críticas ao iPad era a não alteração do design, aqui temos de indicar que o design foi muito bem desenhado e pensado por parte da Apple.

O destaque do iPad mini é o seu design e o ecrã com um novo tamanho de 7,9 polegadas. Começamos pelo Design, que em vez de parecer um iPad, parece um iPod touch gigantesco. Mas este design é excelente para o iPad mini. A moldura, apesar de mais pequena, tem um tamanho suficiente para podermos ter um tablet mais pequeno que se segure bem com uma só mão e com quase metade do peso do iPad. Uma das críticas que indiquei na análise do iPad (4ª Geração) foi o peso que, parecendo ser pouco, ao segurar numa só mão acaba por cansar numa longa utilização do tablet, o que não acontece com o iPad mini.Com apenas 312g, na versão 3G, a sua utilização não é cansativa.

O design do iPad mini é diferente na parte traseira, mais ao estilo do iPod touch e com uma espessura mínima para um tablet, 7,2 mm, o que é mais um ponto a favor do iPad mini. Também o seu design e ser de alumínio torna-o um dispositivo premium, ao contrário do Galaxy S4, por exemplo, e da maioria dos tablets Android, tanto low-cost como muitos de média gama. É nas colunas que, também, temos alterações. Enquanto no iPad “normal” temos as colunas na parte traseira, aqui encontra-se na parte de baixo, o que melhora o som, no entanto o som do iPad mini é um pouco fraco.

Na parte de baixo do iPad mini temos o compartimento para o Lightning e as duas colunas, enquanto na parte de cima encontramos os auriculares e o botão de ligar/desligar. Na parte esquerda do iPad mini não temos nada, enquanto do lado direito temos o botão de ligar/desligar as notificações, o volume e o compartimento para o cartão MicroSIM.

Interface e Desempenho

iPad mini SS (3)O iPad mini tem o iOS 6 com todas as funcionalidades, sem ser a Panoramica e o Passbook, que são exclusivos dos dispositivos iPhone e iPod. Na altura que realizámos a análise ao iOS 6, o iPad mini ainda não tinha sido lançado, mas, basicamente, o iPad mini é um iPad mais pequeno e tudo o que pretende fazer com o iPad, também o consegue na versão mini. No entanto, devido à diferença de especificações, verifica-se alguma “lentidão”. Não se assuste, o iPad mini é fluído e excelente, no entanto, tal como verificamos diferença entre o iPhone 4S e o iPhone 5, também o verificamos entre o iPad mini e o iPad 4, o que é normal devido à diferença nas especificações de CPU e GPU.

Mas tal como todos os dispositivos móveis da Apple ganham em vantagem aos concorrentes é a loja de aplicações que é muito completa com aplicações de qualidade excelente. Este é e continua a ser um dos grandes pontos positivos da Apple, a sua loja de aplicações App Store. O novo iOS 7 e a sua alteração de design também aumenta a expetativa.

Como seria de esperar do iPad mini, os testes de desempenho não são surpreendentes, já que as especificações da versão mini do iPad estão bastante longe do iPad de 4ª geração e do iPhone 5, no entanto, surpreende um pouco por estar ao nível do iPad 3 em algumas características.

No Sunspider, um teste efetuado ao browser e, assim, podemos compará-lo a outros sistemas operativos, conseguiu 1522.6ms, bastante a baixo do iPhone 5 (933) e do iPad 4 (853.9ms), mas melhor que o Nexus 7 da Google, um dos principais concorrentes, que obteve 1665.9ms.

No PassMark, teste de desempenho que permite comparar outros dispositivos Apple, o iPad mini registou 11221 no CPU, valor bastante inferior ao iPad 4 (26749) e ao iPhone 5 (22 mil), que utilizam um CPU bastante superior e de última geração. No entanto, surpreendentemente é similar ao iPad 3.

iPad mini (6)Apesar destes teste, não pense que o iPad mini terá um desempenho mau, não, continuará com um desempenho de acordo com o que a Apple nos tem vindo a habituar. Tal como aconteceu com dispositivos anteriores, o iPad mini não terá todas as novas funcionalidades do iOS 7, no entanto terá as principais atualizações. No fundo, isto é uma estratégia da Apple para manter um bom desempenho dos dispositivos, apesar de as especificações já serem “ultrapassadas”.

Mas uma coisa que não muda é a duração da bateria, independentemente dos dispositivos lançados pela Apple. Sim, o iPad mini, apesar de ter uma bateria mais pequena, continua a manter uma duração de fazer inveja aos concorrentes. Com um uso normal, consegui utilizar o iPad mini por 4 dias, até ser necessário carregar a bateria. De notar, que o iPad mini estava sempre ligado e utilizava-o durante 2 a 4 horas.

Câmara e Multimédia

Apesar de manter esta área de análise à câmara no stablets, nada me convence que um tablet é feito para realizar fotografias. Num tablet, a única câmara que me interessa é a frontal, para as videochamadas, essas sim de extrema importancia. Mas porque usar um tablet quando temos smartphone que fazem isso de uma forma muito mais cómoda?

No entanto, a câmara do iPad mini é decente para o que pretendemos. Tirámos fotografias que foi de encontro ao esperado de uma câmara de 5MP, sendo que a câmara frontal também serviu lindamente nas videochamadas. Pode ver as fotos originais na nossa página do Flickr.

iPad mini fotos (1)

iPad mini fotos (2)

Na multimédia não há nada de extraordinário. Para a Apple lançar um iPad mais pequeno a um nível competitivos e a um preço “decente”, teve de baixar a qualidade do ecrã “a baixo do Retina”, neste caso uma qualidade “quase” HD. É uma das críticas que apontamos a este iPad mini, pois os seus “irmãos”, já estão ao nível do ecrã retina, no caso do iPhone e iPad, o que não se esperava menos que isso neste ecrã.

Com esta resolução, 768 x 1024 p, não chega perto dos concorrentes Nexus 7 nem Kindle Fire HD, que oferece, um preço muito competitivo em relação a este e com um ecrã, um pouco, melhor. Mas não pensem que desilude por completo. Numa comparação com o iPad, nota-se que há diferença, mas a qualidade de imagem é boa, bem como o desempenho do CPU e GPU.

iPad mini SS (1)

Experimentámos o Real Racing 3, um dos meus jogos preferidos para este tipo de análise e esteve bem à altura, permitindo jogar com fluídez, sem qualquer engasgo e com qualidade de imagem que o jogo bem oferece.

Em relação à utilização de browser é que se nota alguma perca de desempenho. Continuo a achar que o Safari é o melhor browser mobile que existe, no entanto só o posso comparar com o desempenho no iPad e iPhone, o que dá muitos pontos a perder como podemos verificar pelo testes de desempenho Sunspider, que testa mesmo o desempenho do browser.

Veredito: iPad mini

Sem dúvida que se gosta do ecosistema Apple vai adorar o iPad mini, nomeadamente se achava o iPad demasiado grande e pouco portátil. É que o peso do iPad mini, oferece uma excelente portabilidade, além de ter um excelente design, com acabamentos de luxo, marca característica da Apple, que apesar de não fazer grandes alterações quando muda de design, o design escolhido é sempre excelente.

Outro ponto que gostei bastante é a duração de bateria, que me agradou imenso. Manter a qualidade que o iPad oferece, num gadget mais pequeno, com portabilidade e duração de bateria é uma excelente escolha.

Apesar da excelente aposta por parte da Apple, poderiam ter melhorado numa coisa, a qualidade do ecrã. O ecrã deveria ter uma resolução melhor, pormenor que deverá ser mudado na próxima versão do iPad mini, por isso é que ainda não o comprei para uso pessoal, pois, assim que a Apple lançar o iPad mini com um ecrã retina, aí sim será difícil para os concorrentes. Mesmo com a Apple a praticar preços mais caros, o ecosistema da Apple é excelente e do melhor que há no mercado.

Pontos a Favor:

+ Portabilidade

+ Excelente Design

+ Excelente desempenho de bateria

+ Peso

Pontos Contra:

– Ecrã menor resolução

– Preço

– CPU anterior

Quero agradecer à Vodafone por disponibilizar o iPad mini para análise no maistecnologia.com. Pode encontrar o iPad mini só com versão Wifi a partir dos 339€ e a versão Wifi+4G a partir dos 469€. Fiquem com a nossa galeria de imagens e fotos do iPad mini.

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here