Análise ao Google Wifi: um sistema de controlo do nosso Wifi

16 de Setembro de 2018
8 Partilhas 418 Visualizações

O Google Wifi é o kit da Google para os amantes da Internet, que promete a todos uma grande facilidade de uso, velocidade de transferência elevada e capacidade de cobrir uma área de até 418 m².

Lançado em 2016 nos Estados Unidos, o conjunto é compatível com os protocolos de rede mais recentes e pode ser uma solução eficiente para quem convive com baixa cobertura de Internet Wi-Fi em casa e no escritório.

Análise

O Google Wifi é a evolução dos aparelhos domésticos anteriores da marca, os OnHubs. A diferença com o Wifi é que, em vez de apenas uma única unidade, existe três.

O Google Wifi funciona como um router dividido em três. É possível instalar em pontos diferentes da casa, de forma a garantir e melhorar a cobertura da rede sem fio. A ideia não é nova pois também é aplicada em produtos de outras marcas, como TP-Link, Asus e D-Link, sob o nome inglês de “mesh” ou Wi-Fi mesh.

Para aceder ao Google Wifi, é necessário duas coisas:

  • Um dispositivo móvel iOS ou Android conectado à Internet, como um smartphone ou tablet;
  • Uma conta do Google;

Diferentemente da maioria dos routers, não há uma interface baseada na Web. O novo sistema Wi-Fi só pode ser configurado e controlado por meio do novo aplicativo móvel do Google Wifi. Depois de configurado, o Google Wifi permanecerá conectado ao Google a todo momento e fará login na conta do Google sempre que usar o mesmo.

O Google refere que o Wi-Fi não coleta dados de atividade, como os sites que visita. Por padrão, coleta apenas informações relacionadas a hardware, aplicativos e redes. No entanto, é possível desativar na seção Privacidade das configurações. O Google Wifi apresenta também o melhor equilíbrio de facilidade de uso, desempenho e preço.

Desempenho

De acordo com a Google, a rede criada com o trio de dispositivo dá cobertura de sinal para uma área máxima de 418 m².

Mais do que um simples dispositivo de rede sem fio, o Google Wifi também oferece duas portas Gigabit Ethernet para conexões de rede convencionais, a partir de cabos de rede. Em termos de Wi-Fi, o dispositivo opera em AC1200 – o que significa velocidades máximas teóricas de 1.200 Mb/s – e, dualband e o modelo tem a capacidade de alternar entre faixas de 2.4 e 5 GHz.

Ao operar nas duas faixas de frequência, o Google Wifi garante operação no canal mais desobstruído possível.

O grande destaque do Google Wifi fica por conta da interação e o foco na usabilidade. O processo de configuração é feito por um aplicativo específico que, além de ser fácil de usar, oferece uma série de recursos extras.

Apesar de todas as funcionalidades interessantes, existe um ponto negativo – o foco na simplicidade e acessibilidade do produto pode afastar quem prefere customizar firwares, redirecionar portas e interagir com o aparelho de formas mais técnica.

Em média, a instalação do mesmo demora cerca de 15 minutos para configurar as três unidades usando um smartphone Android. Todo o processo foi autoexplicativo e rápido. Em termos de taxa de transferência de dados, ele foi testado com AC1200 de fluxo duplo, com uma velocidade superior de Wi-Fi sustentada de mais de 470 megabits por segundo.

A natureza do Wi-Fi, no entanto, significa que cada vez que se estender o sinal sem fio, a perda de sinal irá ocorrer, o que significa menor velocidade.

A cobertura e a confiabilidade são excelentes:  com uma excelente sinalização, permite que ande pela a casa, conectando-se de uma unidade a outra sem se desconectar da Internet.

O Google alega que o sistema está constantemente analisando o espaço aéreo para descobrir a melhor banda Wi-Fi (5GHz ou 2,4GHz), mas através de vários testes, a rede do Google Wifi permanece estável, o que definitivamente dá credibilidade à sua afirmação.

Performance

O Google Wi-Fi é capaz de transmitir vídeos 4K através do Netflix, jogar o Overwatch no escritório sem problemas.

Embora o Google Wifi opera o seu sistema sobre as bandas Wi-Fi existentes (2.4GHz e 5GHz) sobre o protocolo 802.11s em vez do sistema triband da Netgear Orbi, que se comunica através de uma segunda banda Wi-Fi de 5GHz, não se uma diferença terrível entre o desempenho o Google e o Orbi (concorrente). Existe alguns downloads ligeiramente mais rápidos em MB/s na banda de 2,4 GHz da Orbi sobre o Google Wifi, embora possa ser uma anomalia pontual.

Características

  • Normas wifi: IEEE 802.11a/b/g/n/ac, AC1200 2×2 Wave 2 Wi-Fi (mesh expansível; dual-band 2.4GHz e 5GHz, TX beamforming); Bluetooth Smart
  • Processador: CPU Quad-core ARM CPU a 710MHz
  • Memória: 512MB RAM
  • Armazenamento: 4GB eMMC flash
  • Beamforming: Implícito e explícito para as bandas 2,4 e 5GHz
  • Entradas: 2 x Gigabit Ethernet
  • Dimensões: 106,1 x 68,7mm
  • Peso: 340g

Veredicto final

O Google Wifi é um dos routers mais fácil de instalar no mercado. Por um preço relativamente acessível, o Google oferece mais unidades do que a maioria dos concorrentes e, de longe, é o melhor aplicativo de configuração e gestão.

Para todos os controlos de hardware, o Google considerou cada alternância e teste que poderia ser apresentado de maneira facilmente compreensível. Juntando a um design de hardware mais fácil de ocultar, é  um dos melhores sistemas Wi-Fi que pode comprar hoje.

Pontos a Favor:

  • Facilidade de configuração
  • Simplicidade
  • Funcionamento

Pontos Contra:

  • Baixa opção de configurações

Desde já agradecemos à Google por nos ter disponibilizado o Google Wifi para teste e pode ser adquirido na loja online da Google a partir dos 139€.

Artigos interessantes

Imagem real do Galaxy S10 Plus confirma câmaras frontais no ecrã
Destaques
28 Visualizações
Destaques
28 Visualizações

Imagem real do Galaxy S10 Plus confirma câmaras frontais no ecrã

Bruno Peralta - 17 de Janeiro de 2019

Falta pouco mais de um mês para a grande apresentação da Samsung, que decorrerá no dia 20 de fevereiro para…

Twitter libera versão cronológica da timeline
Redes Sociais
20 Visualizações
Redes Sociais
20 Visualizações

Twitter libera versão cronológica da timeline

João Pedro Souza - 17 de Janeiro de 2019

Uma nova atualização do Twitter para Android traz a possibilidade de visualizar o feed na ordem cronológica. Opção que já…

Xiaomi demonstra o melhor sensor de impressões digitais no ecrã até ao momento
Destaques
3 Partilhas43 Visualizações
Destaques
3 Partilhas43 Visualizações

Xiaomi demonstra o melhor sensor de impressões digitais no ecrã até ao momento

Bruno Peralta - 16 de Janeiro de 2019

Os fabricantes de smartphones estão retirando lentamente os tradicionais leitores de impressão digital em favor dos sensores no ecrã, mas…

Comente

O seu email não será publico